UOL Estilo UOL Estilo

01/06/2009 - 07h00

Aprenda truques para deixar a casa mais quente e aconchegante no frio

DANIELA SALÚ
Da Redação
O inverno só começa oficialmente em 21 de junho, mas desde já o frio se faz presente em várias regiões do país, deixando todo mundo com mais vontade de ficar em casa curtindo esse clima bem protegido. Para tornar o momento ainda mais gostoso, UOL Estilo consultou especialistas em busca de sugestões para deixar os lares com um toque quente e aconchegante. Pequenas mudanças nas cores, objetos e iluminação ajudam a transformar o ambiente para os próximos meses. Difícil vai ser sair de casa com uma atmosfera tão convidativa.

  • Divulgação

    Tons de vermelho, madeira, roxo, bege e preto tornam o espaço mais aconchegante


Nas paredes
- Pinte uma parede do cômodo. Tons de madeira, roxo, bege, vermelho, cinza-azulado e até o preto tornam o espaço mais aconchegante;
- Papeis de parede em tecido também deixam o ambiente bem aconchegante. Boas opções são seda, veludo e a padronagem croco. Podem ser usados em uma parede ou revestindo um móvel, como um baú;

Tapetes e cortinas
- Cortinas leves são a cara do verão. Uma ideia para o frio é retirá-las para lavar e substituir por uma cortina com um tecido mais robusto, como veludo ou seda. Aposte em tons como grafite, preto, marrom e café;
- Tapetes aquecem bastante o espaço, especialmente onde não há piso de madeira, que por si só já ajuda nesta função. O ideal é que eles sejam altos e aconchegantes;

Móveis
- Móveis com madeiras escuras, como ébano e rovere, tornam o ambiente mais aconchegante. Só não esqueça de verificar se a peça que você pretende adquirir é procedente de áreas de reflorestamento ou de manejo sustentável;

Acessórios
- Espalhe mantas pela casa, dobradas no pé das camas, ou em um canto do sofá, para que possam ser usadas a qualquer momento do dia ou da noite. Elas podem combinar no estilo "tom sobre tom", para os mais tradicionais, ou fazer um contraste em decorações mais ousadas;
- Você pode fazer uma capa de veludo para o sofá e utilizar durante o tempo mais frio. O veludo cotelê, em especial, dá um ar bastante confortável;
- Tecidos mais quentes como veludos, camurças e até mesmo o couro também podem ser utilizados em almofadas;
- Velas trazem um aquecedor tom âmbar para o ambiente, sendo uma boa opção para quem não tem lareira em casa;
- Velas pequenas em cachepots de parafina são opções duráveis, pois a parte de fora não derrete;
- Em um abajur ou luminária, instale uma lâmpada de 220 volts em uma fonte 110 watts. O filamento ficará vermelho, deixando o ambiente com uma iluminação típica de casas antigas;
- Cúpulas de abajur revestidas em tecidos nobres, como a seda, fazem um contraponto colorido no ambiente mais escuro. Aposte em tons vibrantes como verde, esmeralda, azul-turquesa e vermelho bordô;
- Luzes difusas por cima de uma cúpula sempre dão conforto;
- Sprays, incensos e aromatizadores, especialmente com fragrâncias amadeiradas, ajudam a promover uma sensação de conforto. Apenas evite o incenso se houver pessoas alérgicas;

  • Divulgação

    Espalhe mantas pela casa, dobradas no pé das camas, ou em um canto do sofá, para que possam ser usadas a qualquer momento do dia ou da noite


Quarto
- A roupa de cama de inverno, que ficou guardada muito tempo, deve ser enviada para a lavanderia antes de ser colocada em uso. Uma boa ideia é usar capas para edredom, que permitem uma troca no visual sem exigir um gasto tão grande. Tons como marrom, grafite e vermelho trazem uma vibração quente para o quarto;
- Na hora de fazer a cama, use primeiro um cobertor embaixo do lençol que forra o colchão. Isso ajuda a deixar a cama mais quentinha. Depois, coloque normalmente o outro lençol e o cobertor com os quais você vai se cobrir;

Banheiro
- Invista em uma iluminação mais indireta, velas e um tapete bem felpudo;
- Toalheiros elétricos deixam a toalha sempre sequinha e tiram a umidade do banheiro. Para não exagerar no gasto de energia, é possível programá-los com um timer;

Para não errar
- Tente usar os materiais que já existem no ambiente para fazer as novas combinações. Se o piso é de madeira escura, é interessante optar por um tapete mais claro, por exemplo. Não crie um ponto muito escuro de um lado e um muito claro de outro. Trabalhe com intensidades e texturas diferentes, tentando dosar todas as informações no ambiente, sem, por exemplo, usar veludo em tudo. Se possível, junte as amostras de tecido e coloque em cima do piso ou dos móveis para ver como um item vai interagir com outro;
- Deixe as cores sérias para as paredes e as extravagantes para os objetos, fazendo contrastes para não deixar o ambiente todo muito escuro.




Consultoria:
Fábio Galeazzo, designer de interiores
Graziela Nivoloni, professora de Projetos de Design de Interiores do Istituto Europeo di Design

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host