Vida saudável

5 atividades físicas que queimam até mil calorias em uma hora

iStock

Helô Oliveira

Colaboração para o UOL

As modalidades listadas a seguir não só queimam de 800 a mil calorias, dependendo da intensidade da aula, como também proporcionam definição muscular e condicionamento físico. Você pode praticá-las independentemente do seu nível de aptidão física, desde que siga algumas orientações --já que estas são aulas que exigem bastante do corpo.

"Para evitar uma sobrecarga com risco de lesões musculares, o ideal é repousar por um dia. Minha dica seria intercalar atividades igualmente intensas, mas que trabalhem grupos musculares diferentes. Por exemplo, fazer spinning de segunda, quarta e sexta, e, de terça e quinta, investir na musculação com foco nos membros superiores”, aconselha Luiz Riani, médico do esporte do laboratório Delboni Auriemo, em São Paulo.

Outro ponto importante, segundo Riani, é saber respeitar seus limites individuais. "Se for praticar uma atividade coletiva, como a zumba, é fundamental fazer parte de um grupo que esteja no mesmo nível que você." Animou? Então, a seguir, escolha sua atividade favorita e já para a academia:

5 treinos para queimar mil calorias

  • iStock

    Zumba

    Animação é a palavra de ordem em uma aula de Zumba. A modalidade, que mescla diversos ritmos, como salsa, merengue e reggaeton, trabalha tanto a parte aeróbica quanto a resistência dos músculos. "A Zumba é um treino intervalado, disfarçado de dança. Usamos coreografias com ritmos rápidos e lentos para criar uma atividade divertida e eficaz", explica a professora Camila Belluomine, da rede de academias Bio Ritmo, de São Paulo. Em uma hora, você manda o estresse para longe e trabalha o corpo todo, principalmente glúteos, pernas e membros superiores, incluindo a região abdominal. A melhor parte? A aula pode ser feita por pessoas com qualquer nível de condicionamento.

    Imagem: iStock

  • iStock

    Squash

    Considerado o esporte mais completo do mundo, segundo a revista "Forbes", o squash trabalha agilidade, flexibilidade, força, resistência muscular e cardiorrespiratória, coordenação motora e equilíbrio ao mesmo tempo em que garante risco mínimo de lesões. "Por ser um jogo de movimentos rápidos, a velocidade de raciocínio e os reflexos também são desenvolvidos", acrescenta Renato Gallego, treinador da seleção brasileira de squash e tutor em treinamento de técnicos de squash da World Squash Federation. A atividade é ótima para quem quer tonificar braços, pernas, ombros, glúteos e abdômen. É recomendável usar óculos de proteção e tênis apropriado para ter estabilidade na quadra.

    Imagem: iStock

  • iStock

    MMA

    Se você teve um dia supercorrido e estressante, liberar a adrenalina acumulada com chutes e socos pode ser um bom remédio. O MMA (Mixed Martial Arts ou Artes Marciais Mistas, em português) mistura diversas técnicas de luta, como muay thai, judô e boxe, e promete recrutar braços, pernas e CORE --conjunto de músculos que dá sustentação à coluna, como abdômen e glúteos-- intensamente. "O segredo para queimar mais de mil calorias está justamente nesse mix de técnicas", revela o educador físico Rafael Reis, da rede de academias Just FIT, de São Paulo. Além de tonificar os músculos e desenvolver força, agilidade e pensamento tático, a atividade é uma boa opção para quem também busca uma forma de defesa pessoal.

    Imagem: iStock

  • iStock

    Ciclismo indoor

    A aula é tão animada que tem clima de balada: música alta e até luzes piscando, dependendo da academia. Em uma hora, você experimenta mudanças de intensidade e movimentos de subida e descida, como se estivesse em meio à natureza. A grande vantagem da modalidade é unir o melhor do cardio ao treino de resistência. Enquanto você pedala, o instrutor propõe exercícios com halteres e faixas elásticas para turbinar o condicionamento. "O segredo é manter a frequência cardíaca lá em cima na maior parte da aula", explica o instrutor Fábio Lima, do Studio Velocity, em São Paulo. Resultado? Consciência corporal, coordenação motora e fortalecimento de pernas, glúteos, abdômen, ombros, braços e costas.

    Imagem: iStock

  • iStock

    CrossFit

    O esporte criado nos Estados Unidos na década de 1990 envolve conceitos de atletismo, ginástica olímpica e levantamento de peso para melhorar a resistência aeróbica, a força, a potência, a coordenação e o equilíbrio. Ele trabalha vários grupos musculares ao mesmo tempo e propõe uma grande variação de movimentos em sequência, sem pausas. Com isso, membros superiores, inferiores e CORE são ativados o tempo todo --em alguns treinos, a carga de trabalho é o peso do próprio corpo. É uma excelente atividade para pessoas competitivas ou que buscam se sentir mais confiantes, uma vez que os limites do corpo e da mente são testados a todo o momento. ?Certifique-se de que você tem um bom preparo articular e muscular para não correr o risco de sofrer lesões. Caso seja iniciante, não se preocupe, seu professor irá adequar a intensidade e quantidade de exercícios de acordo com a sua capacidade?, explica Reis, da Just FIT.

    Imagem: iStock

Topo