Boa forma

7 atividades físicas que turbinam o rendimento na corrida

iStock
Musculação, natação e pilates são algumas das atividades que ajudam a melhorar a performance durante a corrida imagem: iStock

Ana Elisa Faria

Do UOL, em São Paulo

A fim de melhorar a performance durante provas e treinos, muitos corredores buscam atividades físicas paralelas que ajudem a aprimorar itens essenciais à corrida, como fôlego, força e velocidade. 

Carol Santos, professora da academia Bio Ritmo, conta que outros exercícios aeróbios, como pedalar, dão mais disposição para o organismo. "Eles melhoram capacidades de resistência e condicionamento, já que o corpo tende a se adaptar a uma única prática. Por isso, para continuar progredindo, é indicado variar o estímulo aeróbico", diz.

"As atividades correlatas à corrida têm a finalidade de fortalecer e preparar a musculatura para que o praticante possa suportar a intensidade dos treinos e competições, retardando a fadiga e minimizando o risco de lesões", afirma Ivo Moraes, coordenador de musculação da academia Competition.

Abaixo, especialistas consultados pelo UOL indicam modalidades que potencializam o desempenho dos corredores.

Correr, malhar e arrasar

  • iStock

    Musculação

    Para melhorar o desempenho durante a corrida, a dica unânime citada pelos especialistas consultados pela reportagem foi a malhação. Carol Santos diz que quem corre precisa ter força e resistência muscular, tanto para um melhor desemprenho como para evitar lesões. Vinícius Possebon, preparador físico e coach, diz que a musculação é essencial para o fortalecimento dos membros inferiores. "Exercícios [como os feitos] no leg press e agachamento fortalecem os membros inferiores, reduzindo a fadiga periférica, que, por sua vez, diminui a performance do corredor", salienta.

    Imagem: iStock

  • iStock

    Ioga e meditação

    "Ioga e meditação são ótimas opções para otimizar a capacidade respiratória, melhorar o foco e a concentração no ritmo da corrida, bem como aumentar a flexibilidade, dando maior mobilidade ao corredor e aliviando o estresse muscular", explica Ivo Moraes.

    Imagem: iStock

  • iStock

    Alongamento

    A professora Carol Santos indica o alongamento, que além de aumentar a flexibilidade, auxilia na melhora da mobilidade e da amplitude, além de relaxar a musculatura.

    Imagem: iStock

  • iStock

    Pilates

    Profissionais da rede Bodytech recomendam a prática do pilates, que tem a função de melhorar o controle respiratório, a flexibilidade, o equilíbrio e a concentração, além de amenizar o estresse. Carol Santos, da Bio Ritmo, concorda e acrescenta que a atividade dá a quem corre "consciência corporal e uma postura mais correta, evitando lesões e deixando a corrida mais eficiente", afirma.

    Imagem: iStock

  • iStock

    Ciclismo

    Segundo Ivo Moraes, o ciclismo, seja indoor ou outdoor, também é favorável por fortalecer os grupos musculares envolvidos na corrida. Porém, ele alerta: as pedaladas precisam ser "sem impacto e de forma harmoniosa, equilibrando a proporção entre os músculos anteriores e posteriores das pernas".

    Imagem: iStock

  • iStock

    Natação

    Ainda de acordo com Moraes, nadar é mais uma atividade que faz bem aos corredores. "A natação também pode reforçar o desenvolvimento do condicionamento cardiovascular nos dias alternados aos treinos de corrida recrutando a musculatura de formas diferentes e sem a influência da gravidade", diz.

    Imagem: iStock

Topo