Vida saudável

Especialistas ensinam a manter uma rotina saudável durante viagens

iStock
A corda cabe na mala de mão e pode ser uma ótima companheira de viagem imagem: iStock

Ana Elisa Faria

Do UOL, em São Paulo

Se dar continuidade às atividades físicas e à dieta já é difícil na correria do dia a dia, quando se está em outra cidade ou país, então, fica ainda mais complicado. Mas saiba que não é impossível. 

De acordo com Carlos Canavez Basualdo, nutricionista clínico do hospital Sírio-Libanês, pesquisar o destino com antecedência é essencial. “Dá, sim, para se alimentar de forma saudável durante viagens. É só uma questão de organização. Estudando o lugar antes, você pode adaptar seu cardápio usual aos ingredientes locais disponíveis”. 
 
A prática de exercícios também não fica de fora dessa regra. Isaias Lemes, professor da academia Bio Ritmo, aconselha o viajante a procurar pontos turísticos inspiradores para se exercitar. 
 
Abaixo, os especialistas consultados pelo UOL dão dicas para você manter uma rotina saudável enquanto viaja --a trabalho ou de férias.

Viajando sem perder a boa forma

  • Pesquise o destino com antecedência

    Esta dica é útil tanto aos que viajam a trabalho com frequência quanto para quem está em férias. Pesquise os restaurantes locais e dê preferência aos que tenham opções à la carte. Encontre um supermercado popular para comprar frutas da época. No entanto, se estiver trabalhando e precisar participar de uma reunião de negócios em um local não sugerido por você, faça boas escolhas. "Existem opções saudáveis até nas churrascarias", diz o nutricionista Carlos Canavez Basualdo. Estudar antes o destino também ajuda na hora de praticar exercícios. "Eu tento, sempre que viajo, conhecer pontos turísticos que me inspirem a fazer atividades físicas. Ou seja, se você está no Rio de Janeiro, vá se exercitar no Arpoador. Se for para Nova York, caminhe no Central Park", indica o educador físico Isaias Lemes. Descobrir o que a cidade tem de espaços públicos, como parques e praias é uma boa tática para aproveitar o visual e, ao mesmo tempo, se movimentar.

  • Leve acessórios de ginástica

    Você pode inserir alguns equipamentos de ginástica na mala de mão, como o TRX, que trabalha força, resistência, equilíbrio e coordenação motora, e a mini ball, aparelho que colabora no ganho de força e na resistência muscular, além de ser fácil de inflar e esvaziar. O tapete de ioga e a corda também são perfeitos companheiros de viagem.

  • Malhação no hotel

    Se a sua hospedagem for em um estabelecimento que tenha academia, leve seu treino para fazer no local. "Mas é bom que a pessoa faça exercícios que já esteja acostumada e que sejam recomendados por algum profissional para evitar lesões e machucados", alerta Lemes. Caso o hotel --ou o hostel-- não tenha uma sala específica para a malhação, trocar o elevador pelas escadas pode ser uma saída para fazer o treino de cardio.

  • Antes de embarcar, consulte o nutricionista

    Visitando o profissional com a pesquisa do destino em mãos, fica fácil de conhecer as preparações e composições nutricionais do local a ser visitado e adaptá-las à sua dieta.

Topo