Vida saudável

Jovem documenta no Instagram perda de 88 kg e efeitos sobre o corpo

Simone Anderson, de 25 anos, mora em Auckland e começou a documentar a perda de peso em 2014.

"Era o momento de fazer isso, e usar o Instagram era uma forma de fazer com que eu fosse responsável (pelo processo)", disse Anderson à BBC.
 
A neozelandesa contou que a decisão foi difícil, por envolver uma mudança de estilo de vida. E, depois, por significar se expor ao mundo.
 
"Abri a conta (no Instagram) e publiquei (a primeira foto) depois de quatro ou cinco dias chorando --mas no minuto em que publiquei senti como se um peso enorme tivesse sido tirado das minhas costas. Eu sabia que, desta vez, não ia ter volta", acrescentou.
 
Desde então, Anderson fez uma cirurgia no estômago e cirurgias plásticas para retirar o excesso de pele pós-perda de peso. Ela viu os ponteiros da balança subirem e descerem até seu peso estabilizar.
 
Comentários negativos
Anderson tinha 23 anos quando começou o processo de emagrecimento. E foi surpreendida pelos comentários negativos de desconhecidos que viam suas fotos nas redes sociais.
 
"Definitivamente eu não estava preparada. Só criei a página para mim, não era para mais ninguém. Com o tempo isso ganhou força (e fez sucesso), mas esta nunca foi a razão de eu ter criado (a conta no Instagram)."
 
"Achei os comentários negativos muito difíceis pois não os esperava... Os comentários maldosos realmente machucaram", acrescentou.
 
Por outro lado, Anderson ficou surpresa com a rapidez com que o número de seguidores aumentou, e as pessoas começaram a compartilhar sua experiência de uma forma positiva.
 
"O fato de (a conta no Instagram) ter decolado me impressionou", contou. Seu perfil na rede social tem hoje 152 mil seguidores. "É uma loucura, e eu ainda não processei totalmente. Sabia que era uma inspiração para outras pessoas e isso era demais."
 
Anderson passou por uma cirurgia que reduziu o tamanho de seu estômago para cerca de 15% de seu tamanho original.
 
A neozelandesa combinou a cirurgia com uma dieta e estilo de vida mais saudáveis, também executando um programa de exercícios.
 
Mas, os comentários negativos continuavam chegando.
 

"Os piores comentários que recebi foram de pessoas me acusando de ser uma mentirosa. Me machucou porque tentei ser o mais honesta possível. Desde o primeiro dia mostrei o lado bom, o ruim e o feio da perda de peso extrema", disse.

"Expus minha pele, mostrei cada estria, cada pedaço de flacidez para o mundo... Foi difícil ler (comentários de) pessoas falando que estou fingindo, porque (minha intenção) não era agradar ninguém", disse Anderson.
 
A neozelandesa afirmou que as "pessoas estão acostumadas a ver as fotos de antes e depois e julgar", mas poucos estão preparados para ver as fases entre os estágios de um processo emagrecimento mais radical.
 
Mas para Simone Anderson, mesmo com os comentários negativos, compartilhar sua experiência ainda valeu a pena.
 
"Mesmo que eu tenha mudado a vida de apenas uma pessoa, que agora está saindo para uma corrida, é a coisa mais incrível", disse.
 
Topo