Vida saudável

Por que Obama come sete amêndoas todos os dias - e que bem isto pode fazer

Saul Loeb/AFP
A polêmica começou depois de um chef da Casa Branca ter citado que Obama consumia sete amêndoas à noite imagem: Saul Loeb/AFP

"Vocês sabem: as amêndoas são um ótimo lanchinho. Eu recomendo veementemente", disse o presidente americano, Barack Obama, em uma entrevista à rede americana NBC na quinta-feira passada. Mas em uma semana marcada pela Convenção Democrata, qual o motivo de Obama sair por aí dando consellhos sobre alimentação saudável?

Tudo começou com um artigo publicado no dia 2 de julho pelo jornal The New York Times, intitulado "Obama After Dark: The Precious Hours Alone", algo como "Obama ao anoitecer: as preciosas horas que passa sozinho."

Em seu texto, o jornalista Michael D. Shear investiga o que o mandatário faz à noite, atividades como ler documentos e assistir a esportes - algo que faz até tarde da noite.

Entre as pessoas entrevistadas na matéria estava o chef e amigo próximo de Obama, Sam Kass, que disse que o presidente era muito disciplinado na hora de comer, evitando junk food e refrigerante. E então Kass contou que o lanchinho noturno do amigo consiste em sete amêndoas. "Michelle e eu sempre brincamos: nem seis, nem oito. São sete amêndoas", disse Kass ao New York Times.

Obama disse que estava feliz de ter a oportunidade de explicar melhor o assunto, já que o número de amêndoas havia se tornado motivo de chacota entre seus amigos.

"Michelle e Sam, que já foi nosso chef aqui, estavam falando de mim uma noite desses e tirando sarro sobre como sou disciplinado, já que não tinha comido batatinhas ou bolo. E foi aí que ela disse: 'Sim, ele comeu apenas sete amêndoas. Só isso.' Ela falou isso pra provar o ponto de que eu preciso relaxar um pouco. O Sam então contou essa história para o New York Times. E, de alguma maneira, ficou parecendo que eu estava contando sete amêndoas", disse o presidente à rede americana.

E então a jornalista da NBC, Savannah Guthrie questionou: "E agora, à noite, você vai relaxar um pouco e comer 10 ou quem sabe 11 amêndoas?". "Claro!", respondeu Obama.

Mas, indo um pouco além da brincadeira com o presidente, amêndoas são, de fato, um dos lanches mais recomendados por nutricionistas por terem um alto valor energético. Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), as amêndoas têm até mais vitamina E que nozes e muito mais magnésio. A gordura boa, como a monossaturada, é benéfica por reduzir o risco de doenças cardíacas e aumenta o colesterol bom.

Fibras e saciedade
A pesquisadora e nutricionista Michelle Wien, que estuda há mais de uma década os benefícios da oleaginosa, disse que quando a amêndoa é adicionada a um programa para se perder peso, os que a consumiam emagreceram mais do que os que não a comiam.

"As amêndoas têm uma alta quantidade de fibra e, entre as frutas secas, é a que tem o maior índice de proteína. Meus pacientes se sentem saciados ao consumi-la", disse Michelle, lembrando que elas também fazem a sensação de saciedade durar mais tempo.

A nutricionista Cruz Martínez, da Fundação Espanhola de Nutricionistas, lembra ainda outro ponto positivo do alimento: "As amêndoas são alimentos muito nutritivos em cálcio e trazem benefícios especialmente para pessoas que não consomem leite ou produtos lácteos, seja por intolerância ou por terem uma dieta restritiva", disse.

"É um alimento excelente para a maioria das pessoas, especialmente para esportistas e crianças. Um punhado de amêndoas antes de fazer exercícios eleva os níveis de energia e, no caso das crianças, é um lanche ideal."

Não é de se estranhar que muitos ciclistas carreguem um saquinho de amêndoas durante os treinos. O ciclista americano Christian Vande Velde costuma comer torradas com manteiga de amêndoa e mel em treinos curtos.

Também há estudos mostrando que o consumo de amêndoas pode ajudar a combater disfunções cognitivas, como o envelhecimento, por ter nutrientes como ácido fólico, polifenol e tocoferol.

No entanto, as nutricionistas alertam para o consumo de pacotes industrializados do alimento, já que muitas vezes ela é frita ou têm adição de açúcar ou sal. Além disso, o consumo do alimento deve ser controlado, já que comer amêndoas demais não traz benefícios. Ou seja, piada ou não, talvez a mania de Obama não esteja tão deslocada assim. 

Topo