Vida saudável

Comercial de produto dietético provoca polêmica e é proibido no Reino Unido

Uma mulher encontra a si mesma no passado e diz: "Eu sei como você se sente, mas saiba que você pode voltar a ficar bem assim novamente. Eu até comprei um biquíni na semana passada".

Sua versão mais antiga, com cabelos desarrumados, vestindo uma camisa larga e com lágrimas nos olhos, então responde: "Você está ótima. Nunca sonhei que poderia voltar a ser tão magra".

O diálogo foi ao ar em um comercial de TV no Reino Unido, produzido para anunciar o serviço de entrega de produtos dietéticos Diet Chef. A peça, porém, surtiu efeito negativo: telespectadores passaram a reclamar do conteúdo.

Reprodução/Diet Chef
Comercial daria a entender que mulheres acima do peso não têm cuidado com a aparência imagem: Reprodução/Diet Chef

'Abordagem socialmente irresponsável'
A agência reguladora de comerciais do Reino Unido, a Advertising Standards Authority (ASA, na sigla em inglês), considerou a abordagem socialmente irresponsável e proibiu que a peça publicitária voltasse a ser transmitida em seu formato original.

Para a agência, a tristeza da personagem ao falar sobre o uso de biquíni parecia desproporcional em relação a sua preocupação com o excesso de peso, especialmente porque ela não aparentava um quadro nítido de obesidade.

"O comercial dava a entender que aqueles que sofrem com insegurança sobre seus corpos e, em especial, seu peso, poderiam conquistar felicidade e autoconfiança apenas através do emagrecimento", avaliou a agência, que recebeu 26 reclamações assim que o vídeo foi ao ar.

As queixas diziam que o comercial transmitia a mensagem de que as mulheres precisam ser magras para serem felizes. Os telespectadores afirmaram ainda que a peça dava a entender que mulheres acima do peso não tomavam conta de si mesmas ou de suas aparências, já que a versão mais magra da personagem aparecia mais feliz e bem arrumada na cena.

Antes e depois
Em sua defesa, a empresa disse que o comercial era um exemplo típico de "antes e depois", utilizado bastante em campanhas publicitárias da indústria.

A Diet Chef também argumentou que a peça mostrava a frustração da personagem, que tinha dificuldade de manter sua dieta sob controle e ficava surpresa ao ver a si mesma com o estilo de vida retomado.

De acordo com a empresa, o comercial refletia essa sensação de conquista. A Diet Chef também informou que o índice de massa corporal da atriz na época em que gravou a versão mais antiga da mulher a colocava no grupo de pessoas com sobrepeso.

Topo