Boa forma

Conheça dicas para se manter motivado a treinar durante o inverno

Rosana Faria de Freitas

Do UOL, em São Paulo

É durante o inverno que as academias registram uma queda de 20% a 30% na taxa de matrículas novas. Dentre os que já são alunos, cerca de 20% simplesmente desaparecem e não dão as caras por várias semanas, às vezes meses. Tais números refletem o que acontece com muitas pessoas na estação: entregam-se à preguicite aguda e desistem da malhação.

Para quem quer manter a forma, o quadro se torna ainda mais preocupante se considerarmos que a fome aumenta no período: o organismo trabalha mais para manter a temperatura corporal dentro dos padrões de normalidade e, assim, o gasto energético é maior, fazendo o corpo exigir mais combustível oriundo dos alimentos.

Não perca o que conquistou

“O frio realmente afasta as pessoas da ginástica. Quem estava pensando em começar uma atividade, adia os planos; e quem já treina, mas não tem foco nos objetivos, diminui a frequência”, salienta Givanildo Holanda Matias, fisiologista, personal trainer e diretor do Test Trainer Personal.

O fato do corpo estar menos exposto, e a exigência estética da sociedade ser menor, igualmente enfraquecem a auto-cobrança. O problema, completa Felipe França Pinto, educador físico e professor da Academia Competition, é que a desistência faz com que o indivíduo tenha uma queda geral da condição física. “É comum perder massa magra, elevando o percentual de massa gorda pela falta de musculação, além de diminuir a capacidade cardiovascular em decorrência da ausência de exercício aeróbio. O abandono dos alongamentos, por outro lado, reduz a elasticidade. E isso sem falar na elevação do peso.”

Quem se dedica a esportes ou exercícios sem regularidade demora mais para ver resultados e, pior, o risco de lesões aumenta. “Imagine um aluno que se ausenta por duas semanas e aí, quando aparece, retoma o treino com a mesma intensidade. O físico pode não estar mais preparado para aquele programa”, destaca Givanildo. Flexibilidade, coordenação, equilíbrio, força, condicionamento – tudo isso fica comprometido. Então, para resistir à tentação de fazer corpo mole, acompanhe algumas dicas desses profissionais.

Topo