Boa forma

Para manter a forma, Amanda Françozo aposta em dieta que separa proteína e carboidrato

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

Amanda Françozo é referência de saúde e corpo em forma. A apresentadora do programa "Estilo e Saúde", da Record, tem uma barriga sequinha e sempre ocupa o posto de madrinha de bateria de escolas de samba de São Paulo. Além da boa genética, que facilita a perda de peso, a morena aposta em uma dieta ortomolecular que separa proteínas e carboidratos para manter o corpo sequinho.

Apesar da preocupação com a saúde, a apresentadora não é "neurótica" por dietas. "No final de semana eu saio um pouquinho, como pizza, sorvete e o que tiver vontade; já perto de algumas datas, como o Carnaval, eu sigo religiosamente", confessa a morena, que aposta no pão com azeite no café da manhã, e no peixe com salada na hora do almoço.

A apresentadora evita refrigerantes, frituras, maionese e açúcar. "Como não gosto de chocolate e não sou maluca por doces, isso não é uma tarefa muito difícil pra mim", confessa a apresentadora, que admite ser uma exceção entre as mulheres. Para ela, os alimentos introduzidos por sua mãe na infância contribuíram para a boa forma. "Desde pequena comia verduras e legumes e evitava os salgadinhos", explica.

Viciada em exercícios

Mesmo quando fica distante da academia, a morena não deixa de praticar alguma atividade física. "É um vício benéfico que eu tenho. Sempre faço alguma coisa, nem que seja uma caminhada no parque, e assim sinto uma sensação de dever cumprido", revela. Até mesmo em viagens ela faz algum exercício, para não perder o condicionamento.

Amanda treina quatro vezes por semana com a personal trainer Heloisa Teixeira, que varia os exercícios para deixar a atividade mais agradável. "O treino dela se divide em dois (treino A e treino B), e ela trabalha todos os grupos musculares; mas três meses antes do Carnaval eu faço algumas mudanças e aumento os exercícios aeróbicos para aumentar a resistência cardiovascular", explica Teixeira. 

A apresentadora se dedica, pois sabe que é preciso ter força para desfilar na avenida. "No Carnaval não é só o corpo, é preciso condicionamento, pois não adianta estar toda definida e não conseguir sambar muito do início ao fim do desfile", afirma.
 

Topo