Alimentação

Coleguinha do ''Caldeirão do Huck'' intensificou treino para ensaio na Playboy

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

Karen Kouronzan já se destacava como uma das coleguinhas do “Caldeirão do Huck”, mas bastou namorar o cantor sertanejo Gusttavo Lima para que a bela passasse a despontar nos sites de fofocas. Os holofotes sob a vida pessoal da loira serviram também para mostrar sua boa forma e garantir a capa da Playboy deste mês. Para sair bem na foto, Karen, que mede 1,75 m de altura e pesa 62 quilos, tratou de intensificar o treino.

A loira, que fazia exercícios de hipertorfia, passou para um treino com foco em aumentar a resistência e a qualidade muscular para as fotos da publicação. "O treino dela depois do contrato com a revista passou a ser intenso: musculação intercalada com boxe, poucos intervalos e mantendo a frequência cardíaca elevada", explica Rogerio Sthanke, personal trainer da musa.

Karen vai à academia pelo menos quatro vezes na semana. "Ela tem um bom preparo físico, o que facilita muito para o professor na hora de passar um treino mais intenso para dar mais resultado", define Sthake. A loira também não deixa de lado a suplementação e aposta no whey protein antes de começar os exercícios.

Cardápio levado a sério

A coleguinha do “Caldeirão do Huck” sempre teve uma dieta "tranquila", mas passou a levar a alimentação mais a sério para não fazer feito no ensaio sensual. "Cortei doces, massas e carboidratos à noite. Mas o que foi mais difícil foram os doces, pois sou viciada em chocolate. No fim de semana eu ainda me permito comer um pouquinho", confessa.

Mas Karen não precisou adaptar muito o cardápio. "Sempre tive uma alimentação boa por causa da minha mãe. Como pouca fritura e sal, os alimentos na minha alimentação são sempre grelhados e eu nem tomo refrigerante", explica a loira.

No café, a bela aposta no mamão com fibra, sucos naturais e pão integral com peito de peru. No almoço, ela não abandona o arroz com feijão e não deixa de lado a salada. "Para a mistura eu sempre prefiro um peixe ou frango", conta. Na janta, a salada retorna ao prato junto com um peixe ou frango.

Quando está sem tempo ou quer fazer um lanchinho entre as refeições, Karen não cai na tentação. "Aposto sempre em alguma fruta e não deixo de tomar também um shake de proteína", revela.

Topo