Boa forma

Apresentadora do SBT aposta em comer de 3 em 3 horas para manter a forma

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

Antes de se tornar apresentadora do programa do SBT "A Grande Ideia", Carol Castelo Branco já foi modelo e fez diversas dietas malucas para emagrecer a qualquer custo. "Eu precisa de um corpo que não era o meu padrão, pois eu sempre fui uma mulher curvilínea. Já tomei sibutramina, ficava muito tempo sem comer, só fazia dietas sem orientação", afirma a jornalista, que também é formada em Direito. O saldo da má alimentação para perder peso é uma anemia e mau funcionamento da glândula da tireoide.

Longe das passarelas, Carol passou a se alimentar de forma saudável e adotou como regra comer de três em três horas. "Levo sempre uma barrinha de proteína, amêndoas cruas, damasco e tâmara, que são lanches que eu posso deixar na bolsa sempre", explica. No camarim, ela também sempre tem torrada sem glúten, que come com queijo cottage e azeite, além de iogurte grego com geleia sem conservantes.

Como fez duas faculdades, a apresentadora sempre esteve acostumada a pular o café da manhã, já que estudava de manhã e trabalhava à tarde, mas agora a primeira refeição do dia é a sua preferida. "Eu tiro um tempo pra mim, leio dois jornais por dia e como coisas gostosas. Sempre um pão sem glúten com queijo cottage e azeite, acompanhado de um suco de couve, gengibre e maça. Também gosto de uma pasta de amendoim ou amêndoas, que tem gorduras boas, e um mamão com whey protein", lista Carol, que desde que começou uma dieta ortomolecular há cinco anos evita o glúten.

Já no almoço, ela sempre opta por uma fonte de proteína, que pode ser carne vermelha, peixe ou frango, um carboidrato integral e muitos vegetais grelhados e saladas. "Eu tentei cortar a carne, pois sou budista, mas tenho anemia e preciso dos nutrientes. Mas a de porco eu não como mais", afirma. Quem pensa que a apresentadora retira a sobremesa e os doces do cardápio está enganado. "Eu como um pedaço de chocolate meio amargo 70% cacau, pois não consigo me livrar dos doces. Também gosto de merengue ou um iogurte com bolinhas de açaí", conta.

No jantar, Carol costuma repetir a mesma combinação do almoço: proteína, vegetais e carboidrato integral. "É engraçado, pois sempre foi difícil manter meu peso, mas depois de criar essa rotina eu não tenho mais esse problema, pois meu metabolismo funciona de forma acelerada", pondera.

Nos finais de semana, a apresentadora se mantém ativa e costuma patinar no parque e comer o que gosta. "Eu amo profiteroles, sorvete de macadâmia, doce de leite e eu acho que a pessoa precisa comer e fazer as coisas que sente prazer",  sentencia.

Gravidade x musculação

Carol já malha há 10 anos, mas não gosta de fazer musculação. "Sempre gostei de exercício físico, mas eu acho musculação uma atividade chata e repetitiva, mas não tem jeito depois dos 25 anos ou você aceita a malhação ou a gravidade começa a pesar", conta, aos risos.

A apresentadora procura sempre malhar na parte da manhã, pois ela mantém o metabolismo acelerado e passa o dia mais bem-disposta. "Eu treino três vezes na semana e também faço aula de spinning e pilates, que me deu mais flexibilidade", revela.

Quando viaja a trabalho, Carol não deixa de fazer exercícios funcionais no hotel com uma fita de resistência. "Também procura seguir uma dieta que eu possa fazer facilmente longe de casa, já que eu acabo sempre comendo fora e não tenho como manter a mesma alimentação", ensina.

Atualmente, apresentadora está em um novo projeto do SBT e combina a rotina atribulada com uma lipocavitação uma vez na semana, sempre seguido por uma drenagem linfática. "Já fiz vários tratamentos, como manthus e vela shape, mas foi esse que mais me deu resultado. Ele é um ultrassom forte que quebra a gordura e você sente a diferença na hora", explica.

Topo