Vida saudável

Mesmo quando viaja, autora do Blog da Mimis segue treino para fazer em casa

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

Depois de perder 33 quilos, Michelle Franzoni, autora do Blog da Mimis, nunca mais descuidou da alimentação e dos exercícios físicos, nem mesmo durante as viagens que costuma fazer. Nesse período, a blogueira costuma optar por diversos exercícios que são possíveis de executar de casa, do hotel e até mesmo em parques ao ar livre. Tudo para não parar de se exercitar!

"Claro que dependendo do ritmo da viagem, local e clima, os treinos ficam comprometidos, mas eu não sou louca a ponto de me matricular em uma academia quando estou no exterior", revela a fisioterapeuta.

Além dos exercícios que faz nos apartamentos que costuma alugar quando viaja, Mimis também aposta nas caminhadas. "Andar já ajuda bastante no gasto calórico. Troque o táxi, ônibus e metrô pela caminhada. Também gosto de alugar bikes que é uma boa forma de fazer exercício e conhecer o local", acredita.

Para Michelle, não importa se você não tem muito tempo para dedicar à prática de atividade física. "Apenas 15 minutinhos de ginástica localizada já faz a diferença. Não precisa ficar horas fazendo exercícios", pondera.

A fisioterapeuta também indica aproveitar as atividades disponíveis no destino da viagem. "Se está na praia reme, veleje, nade, jogue frescobol, caminhe ou corra, mas se você estiver em alguma região fria, aposte nos exercícios para fazer dentro do hotel mesmo", afirma.

Sem neuras

Michelle também não descuida da alimentação, mas sem ficar neurótica. "É claro que não deixo de experimentar bons restaurantes e comer as especialidades do local. Mas não faço isso todos os dias, senão, com a genética que tenho, volto com cinco quilos a mais na bagagem", conta, aos risos.

Como costuma alugar apartamentos nos locais que viaja, a blogueira consegue sempre comprar alimentos saudáveis e se desvencilhar das tentações do café da manhã dos hotéis. "Mas quem vai se hospedar, pode comprar frutas secas e snacks para deixar no quadro, bem como pão integral, queijo magro e até aproveitar o frigobar para guardar um iogurte", indica.

Outra dica da Mimis é saber fazer escolhas inteligentes. "Por exemplo, quando viajo para a França, meus pecados são queijos, baguete e um vinhozinho nacional. Os doces de lá não me atraem muito, então passo a viagem inteira sem comer doces. Foco no meu prazer e isso é a chave para o equilíbrio", acredita.

Topo