Boa forma

Musa do Carnaval se permite comer mais graças ao esforço físico para sambar

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

A primeira vez que Cintia Mello, 26, pisou na avenida foi aos 15 anos de idade, como musa de uma escola de samba. "Saí com o título e desfilei na frente de um carro", relembra com animação. Desde então, a dançarina se dedica ao Carnaval durante todo o ano e, devido ao esforço físico, se permite comer um pouco mais. “É muito ensaio. O da quadra, por exemplo, é realizado duas vezes na semana e dura mais de duas horas, então preciso comer um pouquinho a mais, pois queimo muitas calorias com o samba”, explica.

Ano passado, Cintia foi eleita Musa do Carnaval de São Paulo 2013 na competição organizada pelo Caldeirão do Huck. A representante da escola Império da Casa Verde manteve o mesmo cardápio saudável para ganhar o concurso. “Não como gordura e ando sempre com marmitas para não cair na tentação de comer na rua. Também não deixo de me alimentar de três em três horas”, ensina.

No café da manhã, a dançarina opta por um pão integral, iogurte natural, um suco de laranja e frutas à vontade. “Já no lanche da manhã, como batata-doce, pois me tira a vontade de doces durante o dia. Também gosto de algumas barrinhas de cereal”, afirma.

No almoço, Cintia consome arroz integral acompanhado de uma salada e um grelhado, peixe ou frango.  No horário do lanche da tarde, a dançarina come um pão integral com atum e um suco. “Já no jantar, sempre repito o que eu comi no almoço. Mas quando quero variar um pouco, faço um macarrão integral”, comenta.

Quando a rotina está atribulada e ela precisa ficar acordada até mais tarde, Cintia come uma fruta. “Adoro maçã, morango e mamão”, lista. Apesar de ser disciplinada, ela se permite comer um tablete pequeno de chocolate por semana. “É bem pequeno mesmo, pois eu tenho que estar impecável para dançar”, confessa.

Aos domingos, Cintia é adepta do dia do lixo, ou seja, ela pode comer tudo o que tem vontade na ocasião. “Adoro comer lasanha e pizza. Mas mesmo nesses dias tem algumas coisas que evito, como refrigerantes”, pondera.

Pique na avenida

Para ter mais disposição para dançar na avenida, Cintia, que mede 1,70 m de altura e pesa 65 quilos, começou a malhar aos 18 anos e gosta muito de treinar. “Mesmo com a agenda cheia, vou pelo menos três vezes na semana para a academia”, explica. Quando viaja a trabalho, ela "caça" uma academia perto de onde está hospedada.

Além dos treinos de musculação, a musa faz dois ensaios na quadra da escola por semana, shows de samba e outros ritmos brasileiros, além de três ensaios técnicos no Anhembi. “Nesses ensaios técnicos a gente desfila como se fosse no dia, então é muito cansativo”, afirma.

Cintia também faz uso de alguns suplementos para aprimorar os treinos. “Tomo um pré-treino de manhã, antes de malhar. E depois também tomo BCAA e um whey protein isolado depois do treino”, explica.

Topo