Boa forma

Anvisa proíbe venda de suplemento proteico para atletas

Reprodução
Laudo detectou quantidade de carboidrato superior a declarada no rótulo imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a distribuição e a comercialização, em todo o país, de lote do suplemento proteico para atletas, sabor baunilha, da marca Super Whey 3W Integralmédica.

A agência alegou, após análise de um laudo, que a marca contém mais carboidratos do que o indicado no rótulo. 

A resolução da agência foi publicada nesta sexta-feira (25) no Diário Oficial da União. Nela, a Anvisa proíbe que os suplementos do lote 003522 2, com vencimento em 04/2015, sejam distribuídos e vendidos. A empresa disse já ter providenciado o recolhimento do lote e a alteração do rótulo.

De acordo com o texto, foram detectadas quantidades de carboidratos superiores a 20% dos valores declarados no rótulo do produto em um laudo emitido pelo Instituto Adolfo Lutz.

Em nota, a Integralmédica afirma que "procedeu de imediato os ajustes e adequações de rotulagem no que se refere à análise realizada pela Anvisa, no produto Super Whey 3W, sabor Baunilha, Lote 0035222, produzido em setembro de 2013".

Outra resolução da Anvisa, na mesma publicação, libera a importação, a distribuição e a comercialização dos lotes do produto Carnivor Bioengineered Beef Protein Isolate, sabores Chocolate, Vanilla Caramel, Fruit Punch, Strawberry, Chocolate Mint e Chocolate Pretzel, do lote 0297G3, fabricados por MuscleMeds e distribuídos por Nutrition Import Comércio Atacadista de Suplemento Ltda.

A Anvisa considerou a declaração da empresa fabricante, de que o produto, formulado para o Brasil, não contém as substâncias glutamina alfa-cetoglutarato (GKC), ornitina alfa-cetoglutarato (OKG), alfa-cetoisocaproato (KIC), desde julho de 2013, a partir do lote 0297G3. O produto também apresentou teores de B6 e B12 abaixo no nível de detecção.

O suplemento havia sido suspenso em fevereiro deste ano por apresentar teores de vitamina B12 e B6 acima da ingestão diária recomendada e conter as substâncias citadas acima, que não foram avaliadas quanto à segurança para consumo como alimentos.

Permanece proibida a importação, a distribuição e a comercialização dos lotes do produto anteriores ao lote 0297G3, fabricados antes de julho de 2013.

Também permanece proibida a distribuição e comercialização de todos os lotes do produto Carnivor Mass Beef Protein Gainer, fabricados por MuscleMeds Performance Technologies e distribuídos pela Nutrition Import Comércio Atacadista de Suplemento Ltda.

(Com Agência Brasil)

Topo