Vida saudável

Mulher de Alexandre Frota mantém a forma sem cortar o carboidrato à noite

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

A dançarina e atriz Fabiana Frota, mulher do ator Alexandre Frota, sempre gostou de treinar pesado, mas precisou manter o corpo mais sequinho desde que entrou para a televisão. Ela faz parte do elenco do humorístico "A Praça é Nossa", do SBT. Com um físico de dar inveja, a dançarina garante que não "zera" o carboidrato à noite, como muitas mulheres.

"Sinto muita fome, então não consigo retirar totalmente o carboidrato do meu cardápio do jantar. Minha dica é reduzir o tamanho das porções", conta Fabi, que só coloca no prato apenas os bons carboidratos, como arroz integral, macarrão integral e batata-doce.

A dedicação para manter dieta e treino em dia mesmo com a rotina atribulada das gravações veio do período em que Fabi era atleta e disputava competições de fisiculturismo. Ela participou na categoria Figure, em que os músculos ficam em evidência, mas sem exageros. "De início não gostava de musculação, mas depois de dois meses vi resultado, amei e resolvi competir. Fiz uma preparação de três meses e foi aí que comecei a seguir a dieta direito, usar os melhores alimentos e suplementar corretamente", relembra.

Atualmente a dieta da dançarina é menos restrita de quando ela competia, mas o cardápio segue saudável e balanceado. "Começo o dia com um shake de whey protein com glutamina, BCAA e várias vitaminas, como C e E, ômega 3 e cálcio", conta. Ela ainda come três castanhas-do-Pará, uma torrada integral com queijo cottage e peito de peru e gelatina. "Também não abro mão de tomar um café puro com adoçante", revela.

No entanto, o cardápio não é fixo. Fabi gosta de variar o que vai comer em cada refeição. "Às vezes como 10 claras de ovos com peito de peru e queijo cottage no café. Invento coisas novas, pois comer a mesma coisa enjoa, para evitar isso alterna os menus", afirma.

Por volta das 11h, a dançarina vai treinar, então toma uma dose de whey com pré-treino. Segundo Fabi, esse suplemento ajuda a dar gás e disposição para executar os exercícios do treino de musculação e muay thai. "Durante o treino tomo uma dose de BCAA e ao finalizar os exercícios é a vez do whey protein com glutamina e BCAA", descreve.

Na hora de escolher o prato do almoço, Fabi segue a regra de não misturar carboidratos. "Não posso colocar mais de um tipo de carboidrato no prato e sempre escolho os carboidratos bons no prato", ensina. A proteína é geralmente um filé de frango ou um salmão grelhado, sempre acompanhada de muita salada. "Tenho muita fome, então como bastante. Se ainda não fico saciada depois, opto por uma salada de frutas", entrega.

Quando está com a rotina atribulada devido às gravações, a dançarina costuma comer uma barrinha de whey protein no lanche da tarde. "Mas quando sobra um tempinho faço algo mais elaborado, como um sanduíche integral de queijo cottage, peito de peru e tomate", afirma.

Depois do jantar, que costuma ser semelhante ao almoço, Fabi ainda toma um whey protein de caseína antes de dormir. "Ele aumenta a sensação de saciedade e costumo dormir bem depois de tomar", conta.

Escapadas da dieta e treinos diários

Como tem um filho de 10 anos, Enzo, a dançarina se permite dar algumas escapadas da dieta para sair com ele. "Ele quer comer pizza, tomar sorvete, então tenho um 'dia do lixo', mas sem esculachar", adianta. Nessa ocasião, Fabi costuma assistir a um filme, jogar videogame e sair para comer fora, mas sempre buscando uma opção mais saudável. "Se vou numa hamburgueria, peço um de frango e não como batata-frita, por exemplo, pois esses alimentos mais pesados me fazem passar mal", revela. Ela também costuma optar pelos restaurantes japoneses, que tem alimentos mais leves.

Segundo Fabi, o próprio filho já está acostumado a ter uma alimentação saudável e não por insistência dela. "Faço outro prato para ele, mas ele pede para provar e sempre gosta mais da minha refeição", conta. Enzo também pratica atividades físicas, como a mãe, e faz aulas de jiu jitsu e natação toda semana.

Depois de ter participado de concursos de fisiculturismo, Fabi passou a amar praticar atividade física, mas como está na televisão, não pode mais treinar pesado, como antes. “Atualmente meu treino é focado em manter a definição, sempre com foco no meu trabalho profissional”, afirma.

Ela segue o treino de musculação mesclado com exercícios funcionais, elaborado pelo personal trainer Victor Glasoff, três vezes por semana. “Também faço muay thai duas vezes por semana para complementar a musculação. É uma atividade que me tranquiliza”, explica.

Topo