Vida saudável

Aula de Zumba com cadeira é opção para quem quer tonificar o corpo

Thamires Andrade*

Do UOL, em Orlando (EUA)

As aulas de Zumba, modalidade que une coreografias com movimentos de atividades físicas, já fazem parte da grade de várias academias e estúdios de dança. A popularidade da modalidade fez com que o criador, Beto Perez, elaborasse a Zumba Sentao, um novo programa para quem deseja tonificar o corpo e trabalhar a resistência muscular com o auxílio de uma cadeira. A modalidade já pode ser encontrada nas academias brasileiras.

“A cadeira vira um parceiro de dança. Para muitos, a cadeira representa descansar, mas não para a Zumba”, define a instrutora Karla Mead. Além da dança, são adicionados movimentos com resistência muscular. “O objeto é auxiliar a alinhar os agachamentos, fazer flexões laterais do quadril e também trabalhar os glúteos”, conta.

No entanto, o trabalho muscular não se limita aos membros inferiores. “Os alunos também fazem flexão de braço e exercícios para o tríceps e peitoral. A atividade também ajuda a definir o abdome, pois fazemos prancha e outros exercícios que estabilizam o core”, explica.

A Zumba Sentao é um treinamento funcional, já que é um exercício para desenvolver os músculos usando apenas o peso do próprio corpo. “É um circuito de dança e atividade muscular, que é ótimo para quem não quer ficar ‘grande’, mas sim definido, pois não é um trabalho de hipertrofia, mas sim de resistência”, conta.

E a vantagem, segundo Mead, é a diversão que a atividade proporciona, já que a aula é composta dos mesmos ritmos variados de uma aula de Zumba tradicional, que vão da salsa ao hip hop. “A pessoa não sente que está fazendo um exercício intenso, pois os movimentos da dança continuam sendo fáceis e divertidos”, destaca.

Além disso, a instrutora conta que é possível ver resultados no corpo logo após o primeiro mês. “Se o aluno fizer aulas duas vezes por semana, já será possível notar a diferença na definição, pois é uma atividade muscular muito intensa”, explica.

A queima calórica é a mesma de aula de Zumba tradicional, mesmo com a diminuição da frequência cardíaca nos momentos de treinamento muscular. “O padrão é que a a atividade pode queimar até mil calorias, mas tudo depende da intensidade que o aluno faz os movimentos. Tem gente que gasta mais do que isso em uma hora de aula”, afirma.

Mead afirma que as aulas de Zumba Sentao costumam ser mais fáceis para quem já fez uma aula de Zumba tradicional, no entanto, a atividade pode ser feita por qualquer pessoa. “No início da aula, mostramos os movimentos que faremos durante as coreografias. Caso algum aluno tenha algum tipo de dificuldade, nós podemos fazer modificações individuais”, completa.

*A repórter viajou a convite da Zumba

Topo