Beleza

Escovas podem custar R$ 780; veja tipos e prolongue a duração do produto

Carol Salles

Do UOL, em São Paulo

05/05/2014 07h00

Você acha um absurdo gastar algo em torno de R$ 300 ou 400 em uma escova de cabelos? Pois saiba que tem gente que investe pequenas fortunas no objeto. Alguns acessórios até ganharam status de “it-escovas”, graças a blogueiras de beleza e cabeleireiros, que não cansam de propagar suas qualidades. Uma delas é a peça de pentear inglesa Mason Pearson. 

Vendida na Inglaterra por uma média de 100 libras (R$ 375), ela tem cerdas de javali e base de almofadada feita à mão. Segundo o fabricante, a escovação com uma Mason Pearson limpa os fios, estimula a circulação sanguínea do couro cabeludo e distribui o sebo ao longo do comprimento, fortalecendo os cabelos e proporcionando brilho imediato. 
 
A italiana Jäneke é outra escova que segue uma linha parecida. Seus produtos são finalizados à mão e trazem uma variedade de cerdas, inclusive naturais e cada uma adequada a um tipo de cabelo. Além delas, outras duas grifes ganharam notoriedade entre as maníacas por beleza, por suas qualidades que vão além do simples escovar: a Tangle Teezer, que desembaraça sem quebrar os fios, e a Denman, coqueluxe entre as cacheadas --que, muitas vezes, evitam qualquer tipo de escova para não estragar o encaracolado natural dos fios. Das quatro marcas citadas aqui, apenas duas --Janëke e Tangle Teezer-- são vendidas no Brasil.
 
Mesmo que tal investimento esteja longe de suas prioridades, é importante ressaltar que a escova e o pente ideais podem fazer maravilhas pela sua beleza. “O resultado final de um penteado, por exemplo, depende muito da escolha da escova certa”, garante a cabeleireira Helô Bassi, de São Paulo (SP). No álbum acima, veja os tipos mais comuns de escovas e pentes e descubra a melhor maneira de usá-los.
 
Limpeza
Medidas simples podem prolongar a duração do seu produto. Depois de cada uso, retire, com as mãos, o excesso de fios que ficam presos. Uma vez a cada 15 dias, faça uma “faxina” mais minuciosa: primeiro, use o cabo de um pente fino para puxar os cabelos que não saíram na limpeza diária. Caso alguns fios insistam em permanecer, pegue um pequena tesourinha e corte os mais insistentes, mas tudo com muita delicadeza para não danificar o utensílio.
 
“Depois, misture álcool, sabão neutro e água morna, e esfregue a solução na escova com uma escovinha de unha”, indica a cabeleireira Camila Irala, da Escola Madre Conhecimento Criativo, em São Paulo (SP). Deixe secar à sombra. Na hora de guardar, prefira locais ventilados e sem umidade. Ou seja, esqueça o banheiro.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
Moda
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
Blog Luciana Bugni
Beleza e maternidade
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Erratas
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Beleza
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Beleza
do UOL
UOL Mulher - Beleza
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Erika Bronze
Blog Luciana Bugni
Blog do Rodrigo Cintra
Da cor do Brasil
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo