Tendências de beleza

Técnicas de extensão capilar valorizam todos os cortes; copie as famosas

AgNews/Rede Globo
Giovanna Antonelli, Isabelle Drummond e Cris Vianna exibem cabelos longos e saudáveis com alongamentos Imagem: AgNews/Rede Globo

Tatiana Izquierdo

do UOL, em São Paulo

25/08/2014 07h10

Para ir do cabelo curtinho ao ultralongo em pouco tempo só há uma solução: render-se às extensões capilares. Hoje, porém, essa não é a sua única função. A técnicas de alongamento aperfeiçoam-se a cada temporada e são úteis para dar o volume e corpo que a moda pede. É uma solução também para iluminar os fios sem recorrer à química --basta "colar" mechas mais claras do que o tom natural. A lista de opções vai desde apliques móveis (com presilhas) até os duráveis.

Com o passar dos anos, a aplicação de mechas de cabelo humano modernizou-se e o resultado final é cada vez mais natural. Telas e nós foram substituídos pela adesão por queratina, ativo usado por marcas consagradas de alongamento capilar. Para garantir um cabelo como você sempre sonhou, quando se trata de comprimento, volume e cor, é necessário consultar um profissional de confiança para não causar danos ao couro cabeludo. Entre os perigos mais comuns quando o procedimento é mal executado estão a queda temporária dos fios naturais até a alopecia cicatricial, perda de cabelo irreversível em locais pontuais. 

Divulgação e AgNews
Deborah Secco, Sophia Abrahão e Preta Gil são adeptas dos alongamentos Imagem: Divulgação e AgNews

Para aderir, os cuidados iniciais são basicamente os mesmos para qualquer técnica. Os fios precisam estar saudáveis e com comprimento equivalente a três ou quatro dedos, pelo menos. O profissional auxilia na escolha do volume e textura ideais, além do comprimento dos fios. Vale lembrar que os procedimentos são demorados (podem durar até cinco horas) e requerem manutenção. "Independentemente do método escolhido, são necessárias hidratações semanais e checagem periódica dos apliques. No dia a dia, é preciso secar as junções de cola ao lavar os cabelos e, principalmente, não dormir com eles molhados", explica Selma Silveira, técnica da EuroSoCap Brasil e cabeleireira especializada em alongamento.

Conheça, a seguir, as técnicas modernas para ter o cabelo que deseja de forma instantânea:

Great Lenghts

AgNews/Getty Images
Giovanna Antonelli, Christina Aguilera e Jennifer Aniston utilizam a técnica Great Lengths Imagem: AgNews/Getty Images

A técnica italiana chegou ao Brasil em 2000 e a cabeleireira Luciana Alvarez, proprietária do salão Scenario, em São Paulo, especializou-se nela. Consiste na aplicação mecha por mecha de fios de cabelos naturais indianos (que nunca passaram por química) submetidos a uma profunda despigmentação, que os deixa totalmente brancos, e depois são tingidos nas cores desejadas. “As mechas são aplicadas no cabelo natural por meio de um equipamento de alta frequência regulada, a qual otimiza a união dos fios”, explica Luciana.

Patenteada, a técnica usa apenas produtos exclusivos. A cola, por exemplo, é composta de polímeros de queratina, ativados apenas pela máquina da marca, garantindo fixação de longa duração. Por isso, o aplique pode ser removido apenas por um profissional treinado. “Pode ser feito para mudar comprimento, dar volume ou criar mechas coloridas”, conta a cabeleireira. A técnica Great Lenghts conta com rigoroso controle de qualidade das fibras capilares usadas no processo.

Quanto custa?
Entre R$ 3.500 a R$ 5.000. “É feita uma avaliação para entender a necessidade e a vontade da cliente. A compra do cabelo é de responsabilidade do profissional.”

Duração do procedimento:
De duas a três horas, mas pode variar de acordo com a quantidade de cabelo aplicada.

Como é feita a manutenção?
Após três a quatros meses todas as mechas são retiradas e a recolocação só pode ser feita dois ou três dias depois. “Depois de retirado, o cabelo não é reutilizado. É preciso refazer o procedimento todo”, explica Luciana. Além disso, é importante uma visita quinzenal para o cabeleireiro acompanhar o crescimento dos fios

Megahair

AgNews
Bruna Marquezine, Deborah Blando e Elba Ramalho são clientes do cabeleireiro Flávio Priscott Imagem: AgNews

Consiste na aplicação de tufos bem finos de cabelo humano, colados aos fios naturais com cola de queratina aquecida com um equipamento especial. “O importante para aplicação correta é atingir a temperatura exata de aquecimento da queratina, que vai fixar a mecha. Se ela ficar alta demais, quebra o fio. Por isso, o profissional precisa ser qualificado”, explica Flávio Priscott, proprietário do Espaço Priscott, no Rio de Janeiro.

Após avaliação, o cabeleireiro decide a quantidade de cabelo a ser aplicada, conforme o efeito desejado –desde dar volume a partes específicas ou aumentar o comprimento. Os fios podem ser tonalizados ou tingidos. “Conheci o Megahair porque apliquei nos meus próprios cabelos, então me dedico muito a este trabalho e sei o quanto ele melhora a autoestima feminina”, conta Priscott, que atende também mulheres em processo de quimioterapia.

Quanto custa?
Segundo os profissionais, o valor varia de acordo com a quantidade de cabelo.

Duração do procedimento:
De duas até seis horas. 

Como é feita a manutenção?
De três a quatro meses, dependendo da velocidade do crescimento dos fios. “Os tufos de aplique não caem quando bem aplicados. Para a manutenção, retiramos a cola e recolocamos o mesmo cabelo bem próximo da raiz”, explica Priscott.

Fita adesiva com queratina

AgNews/Glovo
Fafá de Belém, Deborah Secco e Bruna Lombardi são clientes de Nilta Murcelli Imagem: AgNews/Glovo

Novidade no mercado, o aplique com fita adesiva é prático. Importado da Europa, dispensa a tradicional presilha porque utiliza uma fita dupla-face de queratina para fixar as mechas próximo a raiz. "A queratina presente nas tiras é a mesma utilizada na colocação de Megahair. Os cabelos são fixados com a chapinha, alongando e dando volume aos fios rapidamente", explica Nilta Murcelli, cabeleireira do salão Nilta Cabeleireiros e Perucas, em São Paulo. Para que as faixas adesivas não apareçam, o cabelo natural deve medir, no mínimo, 10 cm.
 
A aplicação é simples. Basta remover a fita de proteção e grudar o alongamento nos fios. Com o tempo, a cola perde a sua aderência sem causar danos. Transpiração e cuidados diários influenciam na duração. Caso você queira remover o alongamento antes da cola perder a aderência, deverá utilizar um removedor de queratina específico.
 
Quanto custa?
A partir de R$ 1.500. 
 
Duração do procedimento:
"O processo é rápido, dura 15 minutos, no máximo, e não incomoda. O resultado fica muito natural", explica Nilta.
 
Como é feita a manutenção?
A cada dois ou três meses o cabeleireiro avalia o estado do aplique, cujos fios têm vida útil de seis meses. Após esse período, é preciso renovar as mechas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
Beleza
do UOL
Beleza
Beleza
Glamurama
Caras
Redação
NE10
Beleza
Revista Caras
Harper's Bazaar
Harper's Bazaar
Beleza
Revista Caras
Harper's Bazaar
Blog Social 1
Harper's Bazaar Brasil
Disney Babble
Glamurama
Beleza
Harper's Bazaar
do UOL
Harper's Bazaar
Glamurama
Glamurama
do UOL
Beleza
UOL Mulher - Beleza
Harper's Bazaar
do UOL
Glamurama
Revista Cabelos & cia
UOL Mulher - Beleza - Álbuns
do UOL
Harper's Bazaar Brasil
Beleza
do UOL
Revista Caras
Beleza
do UOL
Todateen
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo