Pele

Raspar os pelos faciais vira moda entre mulheres em busca da pele perfeita

Divulgação
A blogueira Huda Kattan mostrou, em seu canal no YouTube, sua rotina de raspagem de pelos Imagem: Divulgação

Carol Salles

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/08/2016 07h00

O que Marilyn Monroe, Elizabeth Taylor e Fernanda Keulla, vencedora do Big Brother Brasil em 2013, têm em comum? O hábito de raspar os pelos do rosto com lâmina de barbear. Se à primeira vista pode parecer estranho, acredite: as três mulheres não são as únicas que optam por esse tipo de depilação. Além da praticidade, o ato traria, em tese, outros benefícios.

Uma polêmica reportagem publicada pelo jornal inglês "Daily Mail" em 2015 afirmava que a lâmina faria uma pequena esfoliação sobre a face, estimulando a produção de colágeno. Na mesma época, no entanto, o "The Guardian", outro jornal inglês, rebateu as informações. De acordo com essa segunda matéria, as alegações eram mentirosas e raspar os pelos da face podia deixar a pele na região sensível e mais fina, portanto, mais suscetível aos efeitos da passagem do tempo.

O que pensam os dermatologistas brasileiros?
Dentre os profissionais entrevistados pelo UOL, um afirmou que sim, a lâmina pode fazer uma espécie de microdermoabrasão leve na face, estimulando o colágeno e, dessa forma, ajudar a envelhecer melhor. Porém, não com a eficiência que algumas pessoas acreditam. "Teoricamente, o barbeador poderia, sim, promover a renovação celular. Mas não consideraria como um tratamento para prevenir o envelhecimento, pois não estimularia a produção de colágeno o suficiente para esse fim", pondera a dermatologista Helena Costa, do Rio de Janeiro (RJ). 

Além disso, o risco de cortes e irritações é grande. Por isso, os médicos ainda preferem a boa e velha esfoliação com grânulos finos e tratamentos mais tradicionais para combater o envelhecimento, como lasers e peelings. No entanto, desequilíbrios hormonais e doenças como a Síndrome de Ovários Policísticos podem causar o aumento de pelos faciais que dificilmente são retirados com métodos de depilação tradicional. "Nesse caso, considero a raspagem com lâmina um jeito de garantir a autoestima destas mulheres", diz a dermatologista Patrícia Maluly, de São Paulo (SP).

Outro benefício alegado na reportagem do "Daily Mail" seria o de prolongar a duração da maquiagem. De acordo com Maluly, a remoção dos pelos faciais ajudaria sim na fixação dos produtos especialmente em mulheres que tem muita penugem na região. 

Tentada a experimentar? Pois saiba que a antiga crença de que os pelos crescem mais grossos não passa de mito. "Essa percepção se dá porque, quando passamos a lâmina em qualquer área do corpo, a parte do pelo que fica exposta é a mais grossa, próxima à raiz", explica Daniela Lemes, dermatologista do Rio de Janeiro (RJ).

Veja depoimentos de mulheres de quem adotou esse método:

Arquivo pessoal
Thaize Fabretti aprova o método pela praticidade Imagem: Arquivo pessoal
"Além de ser prático, tem baixíssimo custo e você não depende de ninguém para fazer. Isso, especialmente, para quem é mãe e trabalha o dia todo, como eu, conta muito. Faço a depilação há cerca de 5 meses e nunca tive qualquer tipo de irritação, ao contrário dos métodos tradicionais, que sempre deixaram meu rosto manchado e irritado. Uso sabonete vegetal e um aparelho de barbear recarregável, que acho mais confortável do que os descartáveis. Minha pele continua a mesma, mas notei que os cravinhos ao redor do lábio, na parte superior, diminuíram." (Thaize Fabretti, 32 anos, engenheira civil)

Arquivo pessoal
Problema hormonal motivou a decisão de Michele Imagem: Arquivo pessoal
"Tenho um problema hormonal, e isso faz com que meu organismo produza muitos pelos, inclusive no rosto. Houve uma época em que eu fazia depilação com pinça, mas doía demais. Também tentei com linha e cera, mas não me adaptei. Aí resolvi partir para a lâmina aos 18 anos. É prático e cômodo, além de não doer. Faço quase todos os dias, no banho mesmo. Uso sabonete para o rosto e lâmina descartável, e assim que termino já passo um hidratante. Nunca tive problemas como irritação ou escurecimento da pele, e acho que a maquiagem adere melhor." (Michele de Souza Pessoa, 32 anos, empregada doméstica)

Arquivo pessoal
Segundo Ana Cristina, a pele melhorou com a raspagem Imagem: Arquivo pessoal
"Eu usava creme depilatório para o rosto, mas certo dia, há quase um ano, descobri essa técnica de usar lâmina. Fiz várias pesquisas e decidi testar. Passo a lâmina, das descartáveis mesmo, no rosto todo, com sabonete. Nunca me cortei, mas sei que é um risco. Na verdade, já me machuquei quando usava o creme depilatório, por deixar muito tempo ou passar o algodão muitas vezes para tirar. A pele ficava ardendo, sensível e vermelha. Desde que passei a usar a lâmina isso não aconteceu mais. E notei que minha acne melhorou e a pele ficou mais macia." (Ana Cristina da Silva Nascimento, cantora e modelo plus size)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Beleza
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Beleza
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Revista Caras
do UOL
Revista Caras
Revista Caras
Band Terra Viva
Topo