Beleza

Troca-troca: casais podem compartilhar seus produtos de beleza?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Bárbara Tavares

do UOL, em São Paulo

13/08/2017 11h35

Ficaram para trás os dias em que casais que moram juntos dividiam apenas as contas do mês. As bancadas de beleza de ambos entraram para o jogo, e alguns cosméticos acabam sendo usados tanto por eles quanto por elas. E será que isso é bom?

Reprodução/Instagram
Adam Levine e Behati Prinsloo Imagem: Reprodução/Instagram

Recentemente, Behati Prinsloo, mulher do vocalista do Maroon 5, Adam Levine, contou que o marido vez ou outra “rouba” seus cremes. “Ele definitivamente usa muito meus hidratantes faciais. Ele é muito menino e nunca compra os dele. Às vezes, se eu estou com uma máscara ou algum produto que ele acha engraçado, ele pede para eu passar nele também”, conta. E ela dá o troco? “Quando eu não encontro meu desodorante, normalmente uso o dele. Aí fico cheirando como um cara durante o dia todo”.

Ei, mas é ok?

Em termos de saúde, a prática não é recomendada. As peles do homem e da mulher não são iguais. Um cosmético que está fazendo bem para um, pode fazer mal para o outro. "A pele do homem costuma ser mais oleosa e mais grossa, essa é uma das principais diferenças”, explica a Dra. Clarissa Rittes, dermatologista badalada de São Paulo.

“Por exemplo, se a mulher usa produtos específicos para a pele dela, prescritos por dermatologista, o homem até poderia se beneficiar, mas não vai atingir o objetivo aplicando na mesma frequência. A maioria dos ativos, tanto os homens quanto as mulheres podem usar, mas a concentração deles e o número de vezes por semana depende de cada tipo de pele. Se a pele dos dois for diferente e eles usarem os mesmos produtos, o resultado pode ser negativo”, explica.

“Se o homem usar um creme muito denso e pesado, por exemplo, há grandes chances dele desenvolver acne ou foliculite na barba. O ideal é que ele não use os produtos da mulher, mas sim procure um dermatologista que faça uma prescrição adequada para ele”, completa Clarissa.

Fica a dica!

Entre os ativos que podem ser usados tanto por um quanto por outro estão vitamina C, produtos com ácidos retinoico, glicólico e salicílico. No entanto, a concentração e modo de uso é pessoal e varia de paciente para paciente.

Uma recomendação da Dra. Clarissa é que eles também invistam em protetores solares, coisa que muitas mulheres já fazem em sua rotina de beleza diária. “Homem precisa usar protetor solar também. Além de prevenir doenças de pele, ele retarda o envelhecimento, queixa que tem sido frequente nos consultórios dermatológicos. O mercado tem boas opções de produtos que combatem a oleosidade. O Isdin FusionWater Oil Control e o Anthelios AirLicium são protetores que eles costumam amar”, indica.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
Tudo Beleza
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
Blog da Sah Oliveira
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
Blog do Rodrigo Cintra
Beleza
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Beleza
do UOL
do UOL
do UOL
Separadas no nascimento
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Tudo Beleza
do UOL
Blog Luciana Bugni
Blog do Rodrigo Cintra
do UOL
Topo