Beleza

Ludmilla relembra racismo de apresentador: "a justiça é lenta pra caramba"

Raquel Espírito Santo/Divulgação
Ludmilla para a Cosmopolitan de dezembro Imagem: Raquel Espírito Santo/Divulgação

do UOL, em São Paulo

01/12/2017 11h55

Depois de assumir seus fios naturais, Ludmilla decidiu também se posicionar sobre os episódios de racismo que, como Titi, já sofreu em público e no cotidiano. Em entrevista para a revista "Cosmopolitan" de dezembro, a cantora mostrou como enxerga seu processo de empoderamento e sua identidade como mulher negra. 

Veja também

"Sofri muito preconceito. Sofro até hoje. Antes me dava tristeza, às vezes raiva, são vários sentimentos ruins juntos. E eu não sabia o que fazer: sofria algum racismo e ia pra internet, postava, um monte de gente comentava, mas não acontecia nada. Depois que aprendi como faz e o que se faz para punir esses racistas, denunciei todos”, explica.

Raquel Espírito Santo/Divulgação
Ludmilla para a Cosmopolitan de dezembro Imagem: Raquel Espírito Santo/Divulgação

Mas ela reclama da ineficiência da justiça para resolver casos como estes. “A justiça é lenta pra caramba. O processo contra o apresentador que me chamou de macaca nojenta e disse que meu lugar era comendo banana ainda está rolando. O foda é que eu tenho uma vida muito agitada, shows, eventos, turnê e tenho que ficar indo no tribunal. Mas dou um jeito e vou. Racistas não passarão”, finaliza.

Beleza natural

Para o ensaio da publicação, a cantora assumiu a textura natural de seus fios pela primeira vez. "Hoje minha ideia é poder ser livre, usar meu cabelo do jeito que eu quiser, e não ficar só refém de lace ou da trança. Eu não tinha cabelo, eu não saia da minha sala sem o mega hair com medo do meu irmão me filmar e depois ser zoada no grupo da família no WhatsApp”, ri.

"Aliso meu cabelo desde os sete anos. Quando era pequena, estudava em escola particular e todo mundo tinha cabelo liso. O meu era o único cabelo diferente, crespo, cacheado. E eu queria ter o cabelo igual o delas, eu ficava passando formol na cabeça”, relembra ainda a cantora.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Sah Oliveira
do UOL
Blog Luciana Bugni
Blog do Rodrigo Cintra
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Sah Oliveira
do UOL
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
Blog Luciana Bugni
Tudo Beleza
Tudo Beleza
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Sah Oliveira
do UOL
do UOL
Blog Luciana Bugni
Blog do Rodrigo Cintra
do UOL
Pode isso?
ANSA
Beleza
Topo