Casa e decoração

Empire State teme ficar à sombra de arranha-céu

25/08/2010 17h31

NOVA YORK, 25 Ago 2010 (AFP) -Um arranha-céu será erguido perto do Empire State Building, um projeto apoiado pela cidade de Nova York, mas que choca os proprietários do mítico monumento, que temem que o famoso prédio fique à sombra do novo empreendimento imobiliário.

No entanto, o novo prédio terá apenas 67 andares e 370 metros de altura, contra os 102 andares e 381 metros para o prédio art-déco construído em 1931.

Com o apoio do prefeito Michael Bloomberg, o projeto deverá a princípio ser definitivamente aprovado nesta quarta-feira à tarde pelo Conselho Municipal reunido em sessão plenária, depois de vários votos favoráveis de comissões e subcomissões.

Símbolo de Nova York assim como a Estátua da Liberdade, o Central Park e a ponte de Brooklyn, o Empire State Building é o arranha-céu mais alto da cidade depois dos atentados de 11 de setembro de 2001, que destruíram as torres do World Trade Center. Ele é visitado todos os anos por centenas de milhares de turistas, e recebeu diferentes iluminações à noite para datas cívicas, vitórias ou aniversários.

Os proprietários deste verdadeiro símbolo nacional, situado na esquina da 5ª avenida com a 34ª rua, viram com maus olhos o projeto de construção de um prédio comercial de 67 andares a duas quadras, na mesma 34ª rua, em frente à Penn Station.

"Não se trata de proibir as construções elevadas, mas de preservar o caráter único da paisagem urbana", ressaltou o proprietário do Empire State Building, Anthony Malkin, pedindo ao Conselho Municipal que o projeto seja reprovado.

Nesta quarta-feira, este foi o assunto dominante da agenda do dia. A iniciativa foi aprovada de manhã por 8 votos a favor e duas abstenções por uma subcomissão, e depois aprovada por 19 votos a favor e um contra por uma comissão. Mas deve ainda enfrentar o veredicto do Conselho Municipal à tarde.

Para Anthony Malkin, o novo prédio, projetado pelo escritório de arquitetura Pelli Clarke Pelli, faria sombra à obra-prima da art-déco mesmo se tivesse 11 metros a menos que o Empire State Building.

"Será uma grande contribuição a nossa paisagem urbana. Penn Station é um dos grandes centros de transporte mundiais, e por isso (o prédio) será de fácil acesso para as pessoas", defendeu Michael Bloomberg, lembrando que desde o final do século XIX o urbanismo de Manhattan é dominado pela competição "bem-vinda" aos que querem construir sempre o mais belo e o mais alto.

Os dias do Empire State Building como o arranha-céu mais alto de Nova York estão contados: um novo prédio, o "One World Trade Center", está sendo construído no Marco Zero, no sul de Manhattan.

Ele terá 104 andares e atingirá 541 metros de altura, que será o mais alto dos Estados Unidos assim que as obras forem concluídas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
BBC
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
BBC
do UOL
Casa e Decoração
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Folha de S.Paulo
Topo