Casa e decoração

Mercado Municipal de SP terá piso e iluminação novos

Zé Carlos Barretta/Folhapress
A obra está prevista para começar no primeiro semestre de 2012 Imagem: Zé Carlos Barretta/Folhapress

22/11/2011 08h56

 

São Paulo - A Prefeitura contratou o escritório de arquitetura Pedro Paulo de Melo Saraiva para realizar uma nova reforma no Mercado Municipal de São Paulo. A maior intervenção será a troca do piso do mezanino, que está com placas estilhaçadas e pedaços de vidros soltos. Ele será trocado por um de madeira e vidro fosco.
 
A obra está prevista para começar no primeiro semestre do ano que vem. Por causa da mudança, o restante do projeto de reforma inclui a alteração da iluminação do térreo, onde ficam cerca de 300 boxes. A mudança do piso foi autorizada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat). Mas o novo projeto será analisado pelo órgão.
 
As trincas no piso foram mostradas em reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo" em abril. Em seguida, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) anunciou a reforma. O mezanino de 2 mil m², não previsto no projeto original de 1933, custou R$ 16,9 milhões e foi construído em 2004, como parte de reforma executada pelo mesmo escritório contratado agora.
 
O projeto de reforma foi doado à Prefeitura. Em maio, a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras chegou a abrir licitação para trocar o vidro do piso, mas a empresa vencedora desistiu do serviço no fim do processo. O custo inicial estimado era de R$ 350 mil - sem a mudança da iluminação.
 
"O novo piso terá placas de vidros entremeadas por piso de madeira. Vai existir uma mistura dos dois. Foi uma visão do arquiteto, imaginando que o mezanino poderia gerar uma transparência sobre o térreo", explica o supervisor-geral de Abastecimento da Prefeitura, José Roberto Graziano. "Mas o vidro será fosco, não vai existir essa transparência total."
 
Já o novo projeto de iluminação vai valorizar o reflexo colorido dos vitrais alemães em estilo gótico do Mercadão. "A nova iluminação vai gerar uma difusão de cores dos vitrais no chão, ficou um projeto bem inovador", conta o assessor técnico de Projetos da Prefeitura, Marcelo Bruni. Ele explica que o escritório da reforma de 2004 foi contratado "em respeito ao projeto da reforma original".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
do UOL
Casa e Decoração
Casa e Decoração
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Erratas
do UOL
do UOL
do UOL
Revista Ana Maria
do UOL
do UOL
Projetos
do UOL
Projetos
do UOL
Projetos
do UOL
Casa e Decoração
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
do UOL
do UOL
Topo