Casa e decoração

Um quarto de bilhão de pessoas deixou favelas na última década, diz ONU

18/03/2010 11h00

A ONU afirma que um total de 227 milhões de pessoas em todo o mundo deixaram suas favelas na última década, segundo o relatório State of the World’s Cities 2010/2011.

O relatório afirma que China e Índia deram “passos gigantes” para melhorar as condições de moradia de suas populações. Mas o crescimento populacional e o êxodo rural fizeram com que no total o número de favelados crescesse de 776,7 milhões para 827,6 milhões durante a década.

Os autores do estudo calculam que, mantida a taxa atual, o número de habitantes de favelas chegará a 889 milhões em 2020.

Metade deste crescimento veio de pessoas que já viviam em favelas, um quarto de migrantes do campo para áreas urbanas e outro quarto de pessoas que viviam em áreas rurais nas bordas das cidades e que tiveram suas residências engolidas pelo crescimento urbano.

Brasil
O relatório afirma que o Brasil reduziu em 16% a população de habitantes de favelas. A porcentagem representa a proporção de habitantes das favelas em relação ao total da população urbana.

A fatia de pessoas que moram em favelas diminuiu de 31,5% para 26,4% em dez anos devido a adoção de políticas econômicas e sociais, a diminuição da taxa de natalidade e da migração do campo para a cidade.

Além disso, a criação do Ministério das Cidades, a adoção de uma emenda constitucional afirmando o direito do cidadão à moradia e os subsídios de materiais de construção, terrenos e serviços são apontados como responsáveis pela mudança.

Dos países pesquisados, o Brasil é o quarto que mais reduziu a porcentagem da população nas favelas, atrás apenas de China, Índia e Indonésia.

Porém, segundo os autores do relatório, como houve um crescimento da população brasileira como um todo, em números absolutos a quantidade de favelados aumentou. No ano 2000, eles eram 44,6 milhões e em 2010, a estimativa dos pesquisadores é que eles atinjam 46 milhões.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Folha de S.Paulo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
Casa e Decoração
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
BBC
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Topo