Bichos de estimação

Filhote de cachorro é salvo após engolir faca de 20 centímetros

Snady Young/PDSA
Irene diz que não sabe como Macie encontrou a faca que engoliu Imagem: Snady Young/PDSA

17/01/2017 17h43

Uma filhote da raça bull terrier sobreviveu a uma cirurgia para retirar uma faca de 20 centímetros que ela engoliu e ficou alojada entre o intestino e a garganta.

Sandy Young/PDSA
A faca ficou alojada entre o intestino e a garganta da cachorrinha Imagem: Sandy Young/PDSA
A cachorrinha Macie tem apenas doze semanas e sua dona, Irene Pailsey, a levou à emergência do hospital veterinário PDSA, na cidade de Glasgow, na Escócia, ao perceber que o animal estava engasgado.

Sandy Young/PDSA
A veterinária Emily Ronald mostra a faca retirada do corpo da filhote Imagem: Sandy Young/PDSA
Inicialmente ela pensou que a filhote tinha engolido um brinquedo, mas uma imagem de raio-X mostrou que se tratava de algo bem pior: uma faca de cozinha.

"Eu nunca tinha visto um raio-X como o de Macie. Ela foi muito sortuda de ter sobrevivido. O que a salvou foi que ela engoliu primeiro o cabo da faca. Se tivesse sido a lâmina, teria tido os órgãos perfurados, e os ferimentos seriam fatais", disse a veterinária Emily Ronald, responsável pelo tratamento.

O cabo da faca ficou nos intestinos de Macie, enquanto a lâmina ficou alojada na sua garganta.

A dona não faz ideia de onde a filhote encontrou o objeto.

"Ela pode retirado da máquina de lavar louças, mas ninguém viu nada", disse Paisley.

Macie se recuperou bem da cirurgia e já voltou à clínica algumas vezes para novas avaliações.

PDSA
Macie engoliu primeiro o cabo da faca, que ficou alojada em seus intestinos Imagem: PDSA
"Ela está se recuperando bem, já está se curando", disse a veterinária.

Além de comer, os cachorros também usam a boca para investigar objetos - e podem engolir alguns por engano.

Na instituição onde Macie foi atendida, a PDSA, que atende gratuitamente animais doentes e feridos, os veterinários afirmam já ter retirado uma variedade de coisas engolidas por animais, como bolas de golfe, patos de borracha e até antenas de rádio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
Folha de S. Paulo
Topo