Casa e decoração

Prefeitura de São Paulo divulga concorrentes no projeto urbanístico da Nova Luz

Da Redação

18/12/2009 18h18

A prefeitura de cidade São Paulo divulgou dia 18 de dezembro a lista dos participantes da concorrência para o projeto urbanístico da região da Nova Luz, no Centro da cidade. Degradada e ocupada por traficantes e usuários de drogas, a área conhecida como cracolândia é alvo de debates já há algum tempo. É na Luz, por exemplo, que deve ser implantado o Teatro de Dança, dos arquitetos suíços Herzog e De Meuron, cuja contratação pela prefeitura sem concurso levanta polêmica entre os profissionais brasileiros.

  • Joel Silva/Folha Imagem

    Área conhecida como cracolândia deve ser revitalizada em 2011

Nove escritórios inscreveram suas propostas de participação, mas quatro desses foram desclassificados pois entregaram o projetos após o horário exigido pelo edital (17 horas). Porém, as empresas poderão ainda recorrer da exclusão da concorrência nos próximos 30 dias.

Os cinco concorrentes com participação confirmada são:

  • Concremat/City/AECOM/FGV, composto pelas empresas Concremat Engenharia, Companhia City, AECOM Technology Corporation e Fundação Getúlio Vargas;
  • Consórcio Urb (Curb), composto pelas empresas Aflalo & Gasperini Arquitetos, Davis Brody Bond, Cooper, Robertson & Partners, LLP, A4 Comunicação, Ctageo Engenharia e Geoprocessamento, Lu Fernandes Escritório de Comunicação e Ecologus Engenharia Consultiva;
  • Consórcio Cidade Nova, composto pelas empresas AW Construções e Empreendimentos, Arquiteto Paulo Bastos e Associados, Cobrape, PBLM Consultoria Empresarial, Ambiental Engenharia e Consultoria;
  • Consórcio Nova Luz, composto pelas empresas Logos Engenharia, RTKL Associates, Piratininga Arquitetos Associados e Arcadis Tetraplan;
  • Consórcio DHIW, composto pelas empresas Diagonal Urbana, Hines ­- Residencial Brasil Projetos Imobiliários, Idom - Ingenieria y Consultoria, Jorge Wilheim Consultores Associados.

    Saiba mais no site da prefeitura: www.capital.sp.gov.br. O escritório vencedor iniciará a a elaboração do projeto de intervenção, que deverá apresentar propostas de transformação urbana da Luz, incluindo a solução habitacional para a população de baixa renda que vive na região, a ampliação de áreas verdes e públicas e a viabilidade econômica do projeto.

    A prefeitura prevê também construir conjuntos habitacionais e uma escola técnica na mesma região e pretende gastar até R$ 12 milhões com a elaboração do projeto urbanístico e com a revitalização . O início das obras está previsto para 2011.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
BBC
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
BBC
do UOL
Casa e Decoração
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Topo