Casa e decoração

Mostra Paralela Gift fica com jeito de shopping decorativo em novo local

CHRIS CAMPOS

Colaboração para o UOL

01/03/2010 20h38

A 17a edição da Paralela Gift, que aconteceu de 26 de fevereiro a 1 de março, teve como cenário o Shopping Iguatemi, em São Paulo. Depois do incômodo da edição passada, quando a feira para o mercado profissional de decoração foi anexada à gigante Gift Fair – e ficou um pouco perdida em meio a tantos expositores –, ela volta a ter personalidade de mostra mais exclusiva, menorzinha e acolhedora. O local escolhido foi acertado, mas, em comparação com a concorrente Craft Design, ficou no ar uma sensação de algo estava faltando...

Boas novidades foram as estreias de marcas como a Picnic, com um ótimo sortimento de papéis de parede importados; os bancos indígenas das Oficinas Caboclas do Tapajós e as peças de apelo divertido da Rex Design. A ceramista Svenja Kalteich saiu do branco total – marca registrada de suas peças, que parecem rendadas – e apostou em uma cartela de cores fluo. O resultado alia a delicadeza das formas e o toque moderno das cores gritantes. Escolha acertada que chamava a atenção dos visitantes logo à entrada da mostra.

Na linha “parece, mas não é”, merecem destaque as peças da designer Juliana Zandonaide, que levou para o estande do Sebrae garrafas feitas de resina que lembravam o melhor do artesanato mineiro em pedra-sabão. Os móveis de papelão da 100’T não são exatamente novidade, mas apareceram pela primeira vez na Paralela Gift e causaram certo furor entre os visitantes.

Marcas velhas conhecidas da mostra também estiveram presentes. No estande da Corporação de Ofícios, fofurices tradicionais da marca recheavam as prateleiras, como saleiros e pimenteiros de porcelana em formato de cisnes. O Asa Estúdio levou para os corredores da Paralela pufes divertidos e uma coleção de estampas novinha em folha. O toque de capricho ficou por conta das almofadas bordadas do estande do Sebrae e dos copos gravados à mão por Eduardo de Castro.

Foi uma mostra na qual não ficaram claras as tendências: a impressão é a de que cada participante trouxesse o seu melhor e pronto. Em feiras desse tipo, uma linha comum costuma nortear os lançamentos. Não foi o caso desta edição da Pararela, que, assim como o cenário em que foi montada, ficou com jeito de shopping center decorativo.

Chris Campos é jornalista e editora do site Casa da Chris (www.casadachris.com.br)
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Folha de S.Paulo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
Casa e Decoração
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
BBC
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
do UOL
Blog Casa de Viver
Topo