Casa e decoração

Livro "Jardim da Luz - Um Museu a Céu Aberto" resgata a história do parque mais antigo de São Paulo

Jota Racy/Divulgação
Coreto do Jardim da Luz após a restauração e revitalização do parque paulistano em 2000 Imagem: Jota Racy/Divulgação

DAIANA DALFITO

Da Redação

14/04/2011 19h27

“O Jardim da Luz é o parque mais antigo de São Paulo: uma rara herança colonial presente ainda hoje na cidade”,  a citação abre o livro “Jardim da Luz – Um Museu a Céu Aberto” escrito e organizado pelo arquiteto Ricardo Ohtake e pelo historiador Carlos Dias e lançado recentemente em São Paulo.

Em 239 páginas e 11 capítulos, a obra conta em imagens e textos curtos a trajetória do Jardim falando das origens, da época áurea e da decadência do espaço. Além de tratar de seu valor como patrimônio histórico e da recente restauração, em 2000, que recuperou parte da “auto-estima” do parque.

A primeira parte se refere ao nascimento do bairro da Luz e à criação do jardim público. Os trechos são ilustrados ricamente com cartões postais, fotos, desenhos e plantas urbanas de época que refletem um dos aspectos históricos da crescente São Paulo a partir de meados de 1700.

Correndo as páginas sob a tutela do tempo, os anos marcam fatos e mudanças referentes ao Jardim da Luz, nascido em 1798. Paralelamente, textos analíticos, reflexões de pesquisadores e informações históricas sobre o bairro e a cidade enriquecem a leitura. A disposição cronológica permite que o leitor usufrua do livro com liberdade e “aos pedaços”.

Saboroso e exuberante aos olhos, o capítulo que trata do apogeo do Jardim, no “miolo” da obra, revela parte das 400 imagens que ilustram o livro. Estas, em especial, parecem vivas refletindo a efervescência do parque até os anos 1920, início da decadência.

Os dois tópicos seguintes, que falam do decorrente abandono e do reconhecimento - na década de 1960 - da necessidade de preservação do patrimônio, ganham maior volume de texto e a reprodução de notícias de jornais que frizam o passado do jardim, os problemas e a vontade de reabilitar a área tombada.

O final do livro, traz o restauro, talvez gatilho para que a obra “Jardim da Luz – Um Museu a Céu Aberto” fosse escrita. O recuperação realizada na gestão de Ohtake como Secretário do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, entre 1998 e 2001, foi documentada em fotos e as etapas surgem em drops. No fluir das páginas, os problemas e soluções vão tomando forma em imagens cada vez mais verdes e cheias de vida.

Ao recuperar todo esse processo histórico e urbano, a importância do espaço para o lazer e a vida da cidade ganha ênfase e os autores recompõem trechos da história da metrópolole paulistana. Aos interessados pela história urbana da maior cidade do país, vale a leitura.

Serviço
“Jardim da Luz – Um Museu a Céu Aberto”
Autores: Ricardo Ohtake e Carlos Dias
Editoras: Senac São Paulo / Edições Sesc SP
Preço: R$ 60,00
Número de páginas: 240

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
BBC
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
BBC
do UOL
Casa e Decoração
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Topo