Estilo de vida

Apê de US$ 75 milhões é 'joia' cobiçada junto ao Central Park, em NY

Robin Finn

The New York Times, em Nova York

A cobertura triplex da torre sul, considerada ‘a joia da coroa do San Remo’ - as torres gêmeas do arquiteto húngaro Emery Roth (1871-1948) e ponto de referência quando se está no Central Park - entrou no mercado pela primeira vez em 25 anos. O preço pedido pela residência é de US$ 75 milhões, uma quantia que, se alcançada, estabelecerá um recorde para os negócios do Upper West Side e quebrará o recorde de US$ 26.4 milhões alcançado pela venda de outra unidade no edifício, no ano passado.

A vendedora é famosa: a atriz Demi Moore, que comprou a cobertura juntamente com seu ex-marido Bruce Willis, do produtor de “Embalos de Sábado a Noite”, Robert Stigwood, em 1990, quando também adquiriu o dúplex (incluso na venda).  A taxa de condomínio para a cobertura no 28º andar - que tem cerca de 700 m², além de 150 m² de terraços e vista panorâmica para o parque, o rio Hudson e a cidade - é de quase US$ 18 mil. O valor é acrescido em cerca de US$ 3 mil, por conta do dúplex conjugado.

O San Remo está localizado no número 145-146 do Central Park West, entre as ruas 74 e 75, e foi projetado em 1929 por Roth, muito conhecido por seus interiores graciosos com escadas curvas, molduras intrincadas e azulejos com padrão entrelaçado. O prédio, com seus elementos terracota, saguão de mármore e torres gêmeas distintas, culminando em “pináculos” em estilo renascentista estruturados por colunas coríntias e coroado por lanternas de cobre com 6,7 metros de altura, foi inaugurado em 1930.

Em 1972, o San Remo tornou-se um edifício ‘cooperado’ e, apesar de Madonna ter sido rejeitada pelo conselho, abriga outros residentes de peso como Dustin Hoffman, Diane Keaton, Steven Spielberg e, claro, o até então casal, Demi Moore e Bruce Willis. “Olhamos tudo no parque, Quinta Avenida, Central Park Sul e Central Park West e não havia nada parecido. A localização, arquitetura e história do San Remo estavam em um nível completamente diferente”, escreveu a atriz em um email.

Reforma e venda

Moore e Willis, que foram casados entre 1987 e 2000 e tiveram três filhos, instalaram janelas novas e mais grossas em todos os cômodos. Eles também reformaram os interiores das duas unidades (cobertura propriamente dita e dúplex), que foram dominados pela madeira de cerejeira. A sala principal tem mais de seis metros de fachada com vista para o Central park e seu lago dos barcos e uma lareira revestida de madeira e cerâmica.

No canto sudeste, uma biblioteca com 24 m² conserva a moldura do tipo ‘roseta’ original e os rebaixos de gesso no teto. Descrito como um potencial sexto dormitório, o cômodo conserva o banheiro de suíte original, assinado por Roth. A sala de jantar com 35 m² está voltada para o sul e tem um enorme lustre de cristal, rodeado por uma moldura circular. Enquanto a cozinha, com vista para a ponte George Washington, conta com ilha central com tampo de pedra, refrigerador duplex Sub-Zero & Wolf e um fogão italiano Viking.

Na sala que fica no 28º andar, o pé-direito tem quase cinco metros e as portas de vidro dão acesso ao terraço. No mezanino, há um loft com banheiro completo e minicozinha. Os terraços que envolvem a cobertura são revestidos de ardósia e o terraço principal medindo seis por sete metros é voltado para o oeste.

A Adam D. Modlin, o presidente do Modlin Group, que está lidando com o anúncio da casa para Moore, a atriz disse: “Estou gastando a maior parte do meu tempo em minhas outras casas e este apartamento é muito magnífico para não ter alguém que viva nele em tempo integral”. Demi optou por não completar uma ambiciosa reforma na suíte máster e já não ocupa a cobertura há vários anos.

Para determinar o preço de venda, Modlin considerou recentes negócios residenciais na 960 Fifth Avenue, 834 Fifth e 740 Park, todos com valores que giram em torno de US$ 70 milhões ou mais. “Em comparação com os outros imóveis icônicos no perímetro do Central Park, simplesmente não há nada como esta cobertura. É a residência grandiosa na torre sul, a que fica acima de todas as outras, uma mansão nas nuvens”, afirma. Somente um vizinho compartilha da mesma vista, mas ele está a uma torre de distância em seu próprio universo paralelo:  é Bono Vox, o vocalista da banda irlandesa U2.

Tradutor: Melissa Brandão (tradução) e Daiana Dalfito (edição)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
do UOL
Redação
do UOL
BBC
Redação
Redação
Redação
Projetos
Redação
UOL Estilo
Estilo
Moda
do UOL
Redação
Redação
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Projetos
do UOL
BBC
Glamurama
Topo