Casa e decoração

Estampas deixam o quarto mais alegre e aconchegante; saiba combinar

Juliana Nakamura

Colaboração para o UOL, de São Paulo

03/12/2015 07h04

As estampas em harmonia com os demais revestimentos e móveis são capazes de dar personalidade e deixar o ambiente mais vibrante e interessante. Mas as regras de uso devem se alinhar ao gosto e ao estilo de cada um. Em dormitórios, geralmente, a intenção é criar uma atmosfera de tranquilidade e aconchego, por isso os desenhos delicados e em cores suaves são os mais utilizados.

Para quartos de casais, os motivos florais e marinhos ajudam na composição de cenários românticos. Nos infantis, onde a busca é por alegria e diversão, a liberdade para combinar estampas de cores fortes é maior. E, nestes casos, as padronagens podem ser utilizadas para criar um clima de aventura ou fantasia. Em ambientes femininos, alternativas bastante exploradas são as estampas clássicas, como bolinhas e arabescos, além dos padrões florais. Já nos quartos masculinos, os geométricos, listrados e xadrezes, especialmente em tons sóbrios, são quase onipresentes e garantem ares modernos ou sofisticados. Mas e se você quiser fugir a esses clichês? Quais são as dicas?

Use com moderação

Harmonizar estampas com superfícies lisas e monocromáticas é relativamente simples. O maior desafio é combinar padrões diferentes sem sobrecarregar o espaço com excesso de informações e, para isto, há uma fórmula: "O ideal é que haja uma composição de cores. Cada estampa deve complementar a outra, sem roubar a atenção", ensina a arquiteta Solange Guerra. Alternativa é utilizar as estampas para estabelecer contrastes através de cores complementares.

Uma mistura a ser evitada nos cômodos de dormir, porém, é aliar estampas marcantes com cores fortes ou muito escuras. "Se a intenção é ser ousado, faça a composição de maneira pontual ou apenas em algum detalhe", sugere Solange.

Tiro certo

A dica fundamental para acertar na composição de estampas é investir em padrões que não saem da moda como florais, xadrezes e listrados e as paletas de beges, cinzas e brancos. É importante planejar adequadamente e usar o bom senso. Uma estampa de frutas, por exemplo, pode ficar ótima na copa, mas parecer inadequada em um quarto.

Se ainda assim você teme exagerar na dose, comece a introduzir as estampas em acessórios que possam ser alterados, como nas roupas de cama e almofadas ou em peças menores, como poltronas. Papéis de parede também são um recurso interessante para incorporar as estampas à decoração, mas prefira usá-los em tons mais neutros ou em pequenas áreas de destaque, como na cabeceira da cama.

Fontes: Vanessa Pasqual, arquiteta; Solange Guerra, arquiteta; Barbara Gomes da Silva e Giulliana Pinheiro Savioli, sócias do Studio 011 Arquitetura.

Follow UOL's board Decoração on Pinterest.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
BBC
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
BBC
do UOL
Casa e Decoração
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Topo