Casa e decoração

Casa paraguaia se inclina em direção ao lote e parece ser engolida por ele

Giovanny Gerolla

Do UOL, em São Paulo

30/05/2014 07h00

Harmonia estética, originalidade e estabilidade estrutural são as principais características da Casa Hamaca, desenhada pelo arquiteto Javier Corvalán para seu sogro, um escritor paraguaio que optou por ter uma morada com 70 m², aconchegante e de ambientação rural, nos arredores de Assunção, em Luque. 

O nome “Hamaca” se refere à inspiração estrutural: a cobertura é feita com uma chapa metálica inteiriça que acompanha a inclinação do volume construído, como se fosse uma rede (em espanhol, hamaca), deitada sobre a casa.
 
Essa “telha gigante” fica amparada por uma trama, pouco densa, de barras de aço com 10 mm de diâmetro.  E para segurar esta rede são usadas quatro colunas laterais, também metálicas, mas que formam dois “cavaletes”, um para cada lado de uma grande caixa de alvenaria simples, feita de tijolos à vista. 
 
O esqueleto
 
A estrutura dessa caixa é diferente. Simples e barata, foi executada com base em vigas de concreto armado apoiadas sobre o piso. Essas vigas determinam o movimento inclinado do teto e o posicionamento incomum das paredes, dando a elas todo o apoio de que precisam. 
 
As paredes, aliás, não ficam sobrecarregadas com o peso da cobertura metálica, pois para dar-lhes suporte os pilares em diagonal permanecem ancorados em alicerces próprios, com 1,6 m de profundidade.  

CASAS INCOMUNS

Para garantir circulação livre entre frente e fundos da casa – sem cortar a ventilação cruzada e a entrada da luz natural – as fachadas frontal e posterior levam vidros fixos, bem como portas de vidro. Esta solução, somada à inclinação da caixa de tijolos, garante máxima integração dos interiores aos jardins que cercam o terreno. 
 
Vida descomplicada
 
O programa de uso é básico, com um estar, um dormitório, um banheiro e um corredor lateral que abriga a cozinha embutida. Quase não há divisões internas, os ambientes só são limitados por um módulo interno – uma segunda caixa de alvenaria, dentro da primeira, maior. Nela, de um lado, está o equipamento da cozinha, e de outro, a cabeceira da cama, um nicho para o guarda-roupas e o banheiro. 
 
Por fim e para fora resta uma varanda, protegida por paredes de blocos vazados cuja inclinação se opõe a do corpo principal da casa, como se a totalidade do volume se inclinasse em direção ao solo e por ele fosse engolido. 
 
Este espaço de lazer ao ar livre tem algo de tradicional, apesar da constituição incomum da residência: ele reproduz os quintais paraguaios para o preparo e o desfrute das “parrilladas”, os churrascos típicos desta região latino americana. 

Ficha técnica

Casa Hamaca, Luque, Paraguai

Projeto de Javier Corvalán

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 360 m²
  • Área Construída 70 m²
  • Início do Projeto 2009
  • Conclusão da Obra 2010
  • Projeto Javier Corvalán e Laboratorio de Arquitectura
  • Colaboradores Nicolas Berger e Pedro Briend
  • Projeto de Arquitetura Javier Corvalán
  • Gerenciamento da Obra Javier Corvalán
  • Cálculo Estrutural Anibal Aguilar
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
BBC
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
BBC
do UOL
Casa e Decoração
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Topo