Casa e decoração

Mesa sob mangueira é destaque de sítio na região serrana do Rio

Ledy Valporto Leal

Colaboração para o UOL, de São Paulo

15/01/2016 07h02

Apenas 100 km separam o agito do Rio de Janeiro desse oásis de tranquilidade situado na região de Petrópolis (RJ). O sítio Marigold, que ganhou este nome por conta do filme "O Exótico Hotel Marigold", também se propõe a acolher as pessoas: é um lugar para reunir a família e os amigos e envelhecer com qualidade de vida.

Ao adquirir o terreno com quase 18 mil m², os moradores – um casal de meia-idade com dois filhos adultos – optaram por não demolir as construções existentes no local. Eram galpões antigos, da década de 1970, ocupados por depósitos de ferramentas agrícolas, lavanderia, garagens etc., que foram reformados e ganharam novos usos.

A reforma

O projeto determinou que a “casca” dos galpões fosse aproveitada, assim como as telhas francesas originais da construção, que foram tratadas e recolocadas. Internamente, as tesouras do telhado foram reforçadas, o que permitiu a eliminação dos pilares. As paredes foram pintadas de branco e os pisos cobertos por cimento queimado. As fachadas receberam muitas janelas e portas amplas com pintura azul-lavanda, inspirada no estilo provençal.

Cada galpão ganhou um uso diferente: a casa de hóspedes, com 40 m², comporta uma sala de estar (que pode ser usada como quarto), um banheiro e um dormitório e é a menor das edificações. O segundo galpão, com 77 m², concentra os espaços sociais, abrigando cozinha gourmet e salas de jantar com mesa para doze convivas, estar e lareira. O terceiro galpão, também com 77 m², é destinado aos dois filhos dos proprietários e, por isso, possui duas suítes nas extremidades e, ao centro, um estar com mesa de jogos.

A novidade

A única construção nova do sítio Marigold é o pavilhão de lazer, que serve de apoio à piscina. Com estrutura em madeira (cumaru) e concreto armado e paredes feitas com pedra e madeira, o pavilhão apresenta um programa para propiciar o relaxamento e o lazer: hidromassagem, sauna, espreguiçadeiras, cozinha gourmet e mesa de bilhar fazem a combinação perfeita para os dias de ócio. Com parte dos fechamentos em vidro, o espaço possui a transparência necessária para a total integração com o exterior.

Ali ao lado do pavilhão, porém, fica o ponto alto do sítio. Simples, uma mesa fixa fica sob a sombra de uma velha mangueira. Doze pessoas podem desfrutar de delícias nas refeições apoiadas pela bancada com pia, fogão elétrico e churrasqueira. No chão, cacos de pedra mineira reforçam o tom rústico e, pendendo da árvore, cordões de luzinhas iluminam as celebrações que invadem a noite.

Ficha técnica

Sítio Marigold, Petrópolis (RJ)

Projeto de André Luque Arquitetura

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 17.724,32 m²
  • Área Construída 194 m²
  • Início do Projeto Março de 2012
  • Conclusão da Obra Dezembro de 2013
  • Projeto André Luque Arquitetura
  • Projeto de Arquitetura André Luque Arquitetura
  • Projeto Luminotécnico André Luque Arquitetura
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
BBC
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
Blog Casa de Viver
do UOL
BBC
do UOL
Casa e Decoração
Blog Casa de Viver
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Topo