Casamento

Fanáticos por Star Wars, noivos fazem “casamento jedi” no Rio

Denise de Almeida

Do UOL

24/05/2017 11h40

O vestido de noiva era tradicional, mas o buquê tinha a empunhadura de um sabre de luz. A mãe da noiva entrou ao som da Marcha Imperial, o pastor vestia uma capa Jedi e o pajem, um traje Padawan. Fanáticos pela saga Star Wars, que completa 40 anos de lançamento, os cariocas Nadja Lírio do Valle, 27, e Rafael Hime Masset, 26, fizeram questão de exaltar a paixão nerd dos dois no "grande dia" do casal.

"A gente foi fazendo pequenas inserções de Star Wars, para também não deixar uma coisa infantil, mas para ter bastante simbolismo da saga, que é muito importante para nós", conta Nadja. Os dois são membros do Conselho Jedi do Rio de Janeiro, fã clube responsável pela organização da Jedicon.

Um letreiro em 3D, acompanhado de um robô BB-8, anunciava: Jedi Wedding. A decoração também seguiu a temática: sabres de luz, forminhas de doces da saga, e o próprio bolo era decorado com Millenium Falcon e X Wings, as naves de Star Wars. 

Marina Lomar/Arquivo pessoal
Nadja e Rafael escolheram até a data do casamento por conta da paixão Jedi: 4/5 Imagem: Marina Lomar/Arquivo pessoal

Nadja e Rafael, que se conheceram jogando RPG no colégio, namoraram por quase oito anos até casar. Ainda no começo do namoro, a imagem de uma aliança inspirada no R2-D2, o robozinho de Star Wars, chamou a atenção de Nadja. "Copiei a foto e mandei para ele, falando: 'Rafael, se um dia você quiser me pedir em casamento, vai ter que ser com esse anel'. Mas falei brincando, nem esperava que ele fosse me dar um anel nem nada", conta.

Quando eles tinham já seis anos de namoro, fizeram uma viagem para Orlando, nos Estados Unidos. Dentro do parque Hollywood Studios, da Disney, Rafael fez uma surpresa: pediu Nadja em casamento em frente ao brinquedo de Star Wars, o Star Tours, com a aliança de R2-D2, pra completar. "Aí eu falei: bom, com isso tudo, o nosso casamento tem que ser com Star Wars, não tem como fazer diferente", relembra a noiva.

O grande dia

O dia do "sim" foi escolhido a dedo: 4 de maio, conhecido mundialmente como o dia de Star Wars, por conta do trocadilho da data em inglês, May 4th, com a saudação dos filmes, "May the Force be with you" ("Que a Força esteja com você", em português). 

Marina Lomar/Arquivo pessoal
O pajem entrou na cerimônia vestido como Padawan, o aprendiz Jedi, segurando um boneco de Ewok Imagem: Marina Lomar/Arquivo pessoal

Como a data caiu em uma quinta-feira, Nadja disse que ficou preocupada se os convidados iriam comparecer. "O May 4th é muito importante para nós, então torcemos para todo mundo ir e a galera topou o desafio. Foi bastante bacana a adesão", conta.

Até o convite da cerimônia foi inspirado pela saga. Preto e com aplicação de glitter, para simular céu estrelado, trazia escrito 'May 4th be with us', brincando com a famosa frase da saga. Para completar, um recorte trazia um sabre de luz. 

Na cerimônia, além da mãe da noiva entrar com a trilha de Darth Vader, Nadja trocou a tradicional Marcha Nupcial pela música de abertura dos filmes da saga. Na entrada da festa, os noivos chegaram escoltados por dois Stormtroopers. "A gente contratou duas pessoas, porque a roupa é muito quente. Achamos que seria sacanagem pedir para os padrinhos vestirem isso", revela Nadja.

Início da paixão Jedi

O contato de Nadja com as altas confusões entre a turma do Império e os Rebeldes começou quando ela era ainda bem pequena e viu os primeiros filmes da saga na "Sessão da Tarde". Mas a paixão pelo universo Jedi teve início mesmo quando ela assistiu ao Episódio 1 no cinema.

"No relançamento da franquia, meu primo Thiago me levou ao cinema, dizendo que eu precisava ver e que era muito bom. Ele já tinha assistido e sabia todas as falas. Isso me impressionou muito! Aí fiquei completamente apaixonada e, desde então, Star Wars é uma coisa muito muito bacana para mim".

Foi com o Episódio 1 que a paixão de Rafael começou também, mas por outra razão. "Na infância, o Rafael já tinha alguns brinquedos da saga, mas ele ainda não sabia muito bem o que era. Quando saiu o Episódio 1, ele foi assistir no cinema e ficou amarradão, em especial porque ele tinha mais ou menos a idade do Anakin, que a gente achava, até então, que era o protagonista. Isso foi muito marcante para ele. Daí se apaixonou e seguiu assistindo o treco todo, muito encantado", revela Nadja.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
UOL Economia
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
RedeTV! Entretenimento
RedeTV! Entretenimento
RedeTV! Entretenimento
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
Casamento
redetv
RedeTV! Entretenimento
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Finanças Pessoais - Investimentos
do UOL
do UOL
Casamento
UOL Economia
Notícias - AFP - Internacional
do UOL
do UOL
Erratas
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
UOL Economia
do UOL
UOL Economia
do UOL
Topo