Festa e cerimônia

Em tempos de crise, casais optam por microwedding, com cerca de 20 pessoas

Dri Castro Fotografia/Divulgação
Microwedding de Marta Pruns e Carlos Pereira, realizado no espaço Quinta da Canta, em Mairiporã, no interior de SP Imagem: Dri Castro Fotografia/Divulgação

Bárbara Stefanelli

Do UOL, em São Paulo

07/04/2017 04h15

O que já era pequeno, com a crise, diminuiu ainda mais. O miniwedding, estilo de casamento intimista, com até 100 convidados e que virou tendência nos últimos anos, agora enxugou e deu lugar ao microwedding, tipo de cerimônia bem enxuta, às vezes, com apenas 15 convidados --só aqueles familiares chegados, do convívio, e melhores amigos do casal.

Além do orçamento menor, outro benefício deste tipo de comemoração é que os noivos conseguem dar mais atenção aos convidados. Esse foi o caso da arquiteta e designer Marta Pruns, 31, que, ao se casar com Carlos Pereira, optou por uma festa com cerca de 20 convidados, realizada no restaurante Quinta da Canta, em Mairiporã, interior de São Paulo. Eles organizaram o evento em apenas três meses.

“Nós não gostamos de festas muito grandes. Então preferimos fazer algo menor, mas com qualidade. Curtimos mais essa coisa só entre amigos e família, com comida boa e todo mundo conseguindo conversar”, explicou Marta. A festa, que durou cinco horas, começou às 13h e foi até às 18h. Eles realizaram o casamento civil no local, na presença de um juiz de paz.

Dri Castro Fotografia/Divulgação
Decoração do microwedding de Marta Pruns e Carlos Pereira, que teve 20 convidados Imagem: Dri Castro Fotografia/Divulgação
E para a decoração, foram os próprios noivos e a mãe da noiva que colocaram a mão na massa. "No dia anterior, fomos ao Ceagesp e compramos as flores. Nós mesmos fomos no lugar e decoramos. As lembrancinhas também foram feitas por nós, dei vasinhos de suculentas aos convidados."

De acordo com Ricardo Dias, presidente da Abrafesta (Associação Brasileira de Eventos), os noivos estão neste movimento de simplificar. “Muitas pessoas estão mudando de conceito e preferem fazer um jantar em casa ou em um restaurante, em vez de uma festa para 400 pessoas.” Ele ainda acrescenta que, ao fazer uma festa para 20 a 50 pessoas, a qualidade fica incrível e ainda tem mais aproximação com os convidados.

Atenção aos detalhes

Elisa Tavares, sócia da consultoria de casamento Boutique de 3 e apresentadora do programa “Fábrica da Casamentos” (SBT), também optou por uma cerimônia reduzida, com apenas 40 convidados, realizada no apartamento de sua avó. Ela organizou o evento em apenas um mês e, abaixo, dá cinco dicas para quem quer fazer seu próprio microwedding. Veja na sequência:

  • Convidados

    "Levo bronca até hoje de amigas que não foram convidadas, porque só chamei as pessoas que tinham um convívio muito próximo com o casal." Para isso não acontecer, Elisa aconselha mandar um cartão de participação do casamento, que é enviado antes do evento a parentes e amigos que ficaram de fora, explicando que a cerimônia é pequena. "Hoje em dia, todo mundo vê uma foto nas redes sociais e acaba ficando magoado, essa é uma maneira de evitar que isso aconteça."

  • Decoração

    Já que o evento é menor, dá para caprichar nos detalhes. "Invista bastante nas flores e faça uma mesa bem bonita, com doces. Como é um casamento pequeno, as miudezas aparecem bastante. Dá, também, para marcar os lugares de cada convidado na mesa e já deixar a lembrancinha ali, em uma caixinha bem bonita."

  • Playlist

    "Pedi para um DJ montar uma playlist para mim. No dia, ele não estava lá. Só dei o play no som da casa da minha avó e pronto." Portanto, monte uma lista com o tempo médio de duração da festa --desde a cerimônia até a hora do jantar e festa, se houver. Se preferir, monte playlists separadas para cada momento.

  • Local

    A assessora de casamento diz que um microwedding pode ser feito dentro da própria casa do casal ou na residência de algum familiar ou amigo próximo. "Acho que, fazendo em casa, acaba ficando uma coisa mais íntima. Mas também tem muitos restaurantes com salas mais reservadas e que recebem esse tipo de evento", acrescenta.

  • Cerimônia

    "No meu casamento, a cerimônia foi feita por um juiz de paz e, como não teve religioso, meu irmão leu um texto superbonito", conta Elisa. Ela ainda aconselha montar um altar bem bonito, pode ser uma mesa com uma decoração caprichada, com muitas flores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

redetv
do UOL
Comportamento
do UOL
Folha.com - Revista sãopaulo
Folha.com - Revista sãopaulo
BBel
Casa e Decoração
Casa e Decoração
ANSA - Cultura e Variedades
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Casamento - Álbuns
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Casamento - Álbuns
Casamento
UOL Mulher - Casamento
Casamento
do UOL
do UOL
UOL Economia
do UOL
UOL Mulher - Casamento - Álbuns
do UOL
UOL Mulher - Casamento - Álbuns
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Casamento - Álbuns
do UOL
Yes Wedding
do UOL
Virgula
do UOL
do UOL
do UOL
Casamentoclick
Casamentoclick
do UOL
Yes Wedding
Wedding Guide
Topo