Casamento

Papa explica por que decidiu celebrar casamento durante voo

Osservatore Romano via AFP
Papa casa dois tripulantes em avião de Santiago a Iquique Imagem: Osservatore Romano via AFP

22/01/2018 16h19

O papa Francisco defendeu nesta segunda-feira seu gesto de celebrar o casamento de dois tripulantes do avião que o levava a Iquique em sua viagem ao Chile, dado que a Igreja limita o tipo de lugares onde se pode realizar uma cerimônia e obriga os noivos a fazer longos cursos matrimoniais.

O casamento de dois comissários de bordo chilenos da companhia Latam foi o tema de uma das perguntas da entrevista coletiva a bordo do avião em que Francisco retornava da sua viagem ao Chile e ao Peru.

"Se imaginam cruzeiros onde se realizam casamentos?", brincou o pontífice, que acrescentou que um jornalista o tinha chamado "louco" por fazer estas coisas.

O Direito Canônico estabelece que quem for celebrar um casamento católico deve fazê-lo em uma igreja paroquial ou em "um lugar conveniente", se existir uma autorização do Ordinário do local ou do pároco.

O papa explicou que foi algo simples que falaram durante o voo, que o casal explicou que estavam casados no civil e quando foram se casar no religioso, em 2010, um terremoto derrubou a igreja onde seria realizada a cerimônia e depois, por circunstâncias da vida e a chegada das duas filhas, foram adiando.

Francisco defendeu que não foi algo precipitado, pois "os interrogou um pouco e as respostas eram claras", sabiam que era "para toda a vida" e garantiram que tinham feito um curso pré-matrimonial.

"Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje", afirmou o papa, que explicou que os dois "estavam preparados e, depois que fizeram o sacramento da penitência, os casei".
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Slate
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Economia
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Finanças Pessoais - Investimentos
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
ANSA
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
Topo