Comportamento

18 frases que as mulheres precisam parar de falar umas para as outras

Didi Cunha/Arte UOL
Certas frases não deveriam mais fazer parte do relacionamento entre mulheres imagem: Didi Cunha/Arte UOL

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Preconceituosas, machistas, desrespeitosas ou intrusivas, não importa. Certas expressões reproduzem crenças antigas ou pré-julgamentos e não deveriam mais fazer parte do relacionamento entre mães, filhas, amigas ou colegas de trabalho. Veja alguns exemplos e descubra por que é importante eliminá-las do repertório.

Fontes: Luíse Bello, manager de conteúdo e comunidade do site feminista “Think Olga”; Juliana Bonetti Simão, psicóloga especializada em sexualidade de São Paulo; Rejane Sbrissa, psicóloga também da capital paulista; Beatriz Cardella, psicóloga e autora do livro “Laços e Nós - Amor e Intimidade nas Relações Humanas” (editora Ágora) e especialista em psicologia clínica pela USP (Universidade de São Paulo); Lígia Baruch Figueiredo, mestre e doutoranda em psicologia e pesquisadora no Núcleo de Família e Comunidade da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, e Babi Souza, fundadora do projeto Vamos Juntas?, que incentiva as mulheres a acompanhar outras em situação de vulnerabilidade na rua, para evitar assédio.

  • "Homem prefere mulher difícil"

    Ao falar isso, a mulher endossa a crença machista de que a mulher deve pautar suas atitudes pela preferência masculina. A frase ainda passa a mensagem que a mulher precisa fazer jogos, em vez de expressar seus verdadeiros desejos, para conquistar um homem.

  • "Não acredito que você transou no primeiro encontro"

    Para acontecer sexo no primeiro encontro é necessário que duas pessoas estejam dispostas. Se o homem pode tomar essa decisão sem ter sua moral ferida, a mulher tem o mesmo direito.

  • "Os homens se divertem com mulheres erradas, para se casarem com as certas"

    Essa divisão entre tipos de mulher é extremamente machista e danosa tanto para as "certas" quanto para as "erradas", pois, em ambos os casos, elas são privadas de agirem de acordo com seus desejos e convicções.

  • "Você devia parar de trabalhar, desse jeito nem vai ver seu filho crescer"

    A frase é o ranço de uma antiga ideia machista de que a vida (e o relacionamento) é dividida em duas esferas: a pública, que inclui o trabalho e consiste em um espaço masculino, e a doméstica, que agrega os cuidados com a casa e a criação dos filhos e está destinada ao sexo feminino. A sociedade tem de passar a encarar o cuidado com os filhos como uma responsabilidade de ambos os parceiros, e não apenas da mulher. Além disso, não é o fato de trabalhar ou não que determinará o desenvolvimento sadio dos filhos, mas o afeto e o zelo.

  • "Seu namorado/marido deixa você sair sozinha?"

    A questão é: por que uma mulher adulta deveria tamanha obediência ao parceiro? Ela tem o poder de decidir sobre seus passos e comportamentos. É como se toda mulher devesse ter um protetor masculino. As mulheres são donas de si mesmas e merecem ser respeitadas mesmo desacompanhadas.

  • "Seu marido não reclama de você trabalhar tanto?"

    Primeiramente, isso é da conta apenas do casal. Na dinâmica de um relacionamento, essa é uma decisão que deve ser coerente para os dois, mas a mulher não tem mais obrigação de ficar dentro de casa do que o marido ou de trabalhar menos do que ele.

  • "Você vai mesmo largar tudo e ficar em casa cuidando de filho?"

    A mulher tem o direito de fazer escolhas. Viver no lar cuidando dos filhos é um trabalho legítimo como outro qualquer e deve ser valorizado e respeitado. Essa frase revela um paradoxo machista: se a mulher trabalha fora, é criticada por abandonar os filhos. Quando pede demissão para cuidar das crianças, é acusada de não ter força de vontade e querer virar uma amélia.

  • "Engravidou porque não se cuidou"

    Se o sexo foi feito a dois, então, as possíveis consequências do ato são de ambos, certo? Não é porque a mulher é quem engravida que tem de arcar sozinha com elas. Cada um deve assumir sua parcela em relação aos cuidados contraceptivos. A gravidez é responsabilidade de homem e mulher.

  • "Está de TPM?"

    É de surpreender que alguém ainda acredite que, no mundo atual, apenas os hormônios são capazes de tirar uma mulher do sério. Essa frase reduz as emoções femininas a um capricho, como se ela estivesse brava ou nervosa à toa. E, ainda que a pessoa esteja passando pela TPM, não é da conta de ninguém.

  • "Sai vestida assim e não quer que mexam na rua?"

    Homens atraentes também saem por aí. Nem por isso as mulheres os assediam ou desrespeitam. Trata-se de uma frase limitadora da liberdade feminina, que reforça a ideia machista e ultrapassada de que as mulheres "decentes" se vestem com recato e ficam "protegidas em casa".

  • "Ela só pode ter transado com alguém para subir na carreira"

    A mulher que diz isso sobre uma colega de trabalho não percebe que está, de forma indireta, depondo contra si mesma. A afirmação reforça a ideia estereotipada de que as mulheres não têm qualidades suficientes --a não ser sexuais-- que as capacitem para ascender profissionalmente.

  • "Se você não se cuidar, ele arruma outra"

    A frase passa a ideia de que a mulher deve ser tratada como uma mercadoria com data de validade, que pode ser jogada fora pelo homem e trocada por uma mais nova. E a personalidade da mulher não conta? A maturidade? Inteligência? Cultura? É outra frase que os homens escutam muito menos também, pois neles o aspecto da beleza e vaidade é menos exigido.

  • "Você nem parece lésbica"

    O comentário perpetua a associação da homoafetividade feminina a um estereótipo de mulher masculinizada. Uma coisa é a identificação com o gênero, outra é o caminho do próprio desejo, ou seja, a mulher pode ser extremamente identificada com o gênero feminino, inclusive na forma de se vestir, e sentir desejo por outras mulheres.

  • "Você tem um rosto lindo, por que não emagrece?"

    Esse talvez seja o "elogio" mais danoso que uma mulher acima do peso pode ouvir. Vivemos uma cultura obcecada com a magreza em que qualquer beleza que se encontre em um corpo obeso só pode estar no lugar errado. Mulheres gordas também são bonitas e não precisam emagrecer para serem admiradas.

  • "Se você não fosse tão exigente, já tinha arrumado alguém"

    Essa frase, além de intrusiva e mal-educada, soa um tanto obsoleta por transmitir a noção equivocada de que toda mulher deve estar em um relacionamento para ser feliz. E mais: que precisa aceitar alguém com menos predicados do que considera ideal só para não ficar sozinha. Além disso, falar que uma mulher precisa "arrumar alguém" é lhe atribuir uma condição inferior, como se fosse incompleta.

  • "Você vai mesmo comer tudo isso?"

    A "polícia do prato" precisa ser detida. A pressão social para ser magra é muito forte e insana, capaz de estragar amizades e principalmente causar danos à saúde das pessoas, inclusive à mental. Não importa que a intenção seja boa. Cada um deve tomar conta somente do que coloca no próprio prato. Controle-se para estar no padrão de beleza --magro-- vigente é a mensagem que essa frase passa.

  • "Mulher tem mais jeito com as coisas de casa"

    A frase só é dita porque muitas famílias ainda cultivam o hábito de ensinar --e cobrar-- apenas as meninas em relação às tarefas domésticas. Mas todos podemos ter jeito com a casa, independentemente do sexo. Basta querer aprender e fazer.

  • "Você não deve esperar muito para ter filhos"

    O casal é que deve decidir se quer ou não ter filhos e quando isso vai acontecer. Nenhuma mulher tem o direito de se intrometer de tal maneira --invasiva e abusiva-- na vida de outra. A frase fica ainda pior quando acompanhada de coisas como "você não terá energia para acompanhar seus filhos" ou algo que se refira ao relógio biológico da mulher. Antes de abrir a boca, reflita: a mulher em questão pode, inclusive, escolher não ter filhos. E ninguém tem nada a ver com isso.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Comportamento
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Topo