Comportamento

As 8 piores coisas que você poderia dizer no primeiro encontro

Claudia Dias

Colaboração para o UOL

06/09/2017 04h00

A primeira impressão é a que fica. Por isso, no mundo ideal, o primeiro encontro deveria ser perfeito. Mas como a perfeição só existe no cinema (e olha lá!), se você não quiser que o date vire uma tragicomédia, melhor evitar algumas bolas foras. O UOL conversou com algumas pessoas que usam a sua experiência para fazer um alerta -- é melhor evitar estas 8 frases:

  • Você quer casar?

    É para assustar qualquer um, ainda mais se vier com um "quero construir uma família". "Para primeiro encontro, é coisa de quem está desesperado, pouco se importando em me conhecer de verdade, mas só querendo me encaixar numa idealização dele", avalia a empreendedora Suzane Frutuoso.

  • Acho que já estou na idade de ter filhos

    Outra derrapada grande: se falar em casamento na primeira vez assusta, dizer que já está considerando ter herdeiros em breve é desesperador para quem aceitou o convite para o encontro. "Me livrei dessa", diz aliviada a jornalista Aline Vieira.

  • Quer conhecer meus pais?

    Opa! Vamos com calma aí... Você mal sabe a idade do seu par e já quer elevar a relação um degrau? Bom, não espere por um desdobramento feliz, mas tenha certeza de que vai assustar. "Foi real e bem triste", recorda-se o designer Fabrício Sawczen.

  • Adoro ir ao... (aquele lugar que você odeia)

    Um levantamento prévio sobre os gostos em comum ajuda a fugir de situações constrangedoras. Para a jornalista Barbara Heckler, se a pessoa comentar que gosta de um bar que não tem sua simpatia e toca um estilo musical banido da sua playlist é o fim. "Pego minha bolsa e dou tchau", brinca.

  • Você é a cara da minha ex

    Ex-parceiros devem ficar no lugar de onde saíram: no passado. Em uma nova e primeira "investida", relacionamentos anteriores são assuntos chatos. Dizer que alguém se parece com a ex só merece uma resposta (com risos nervosos), segundo a analista de dados Fabiana Faria: "Nossa, então ela deve ser maravilhosa, hein?".

  • Você parece a minha mãe

    Opa! Quer entrar em campo minado, né? Comparar a pessoa que se está conhecendo melhor naquele encontro com a ex é tão perigoso quanto fazer referências à mãe -- ou ao pai, se for o caso -- como lembra a empresária Lígia Menezes. É péssimo!

  • E aê? Tá de boas?

    A professora Juliana Cunha bem que estava interessada no moço, mas o jeitão desleixado na fala cortou qualquer possibilidade de clima. "Que ridículo foi aquilo. Virei os olhos num contexto totalmente diferente do que queria. Respondi um 'Ah, beeem!, sugeri dançar, porque era o que dava, e fui embora logo, alegando cólica", lembra-se.

  • Acabei meu namoro porque traí

    Caso não queira levar uma nota baixa nas primeiras horas juntos, saiba que contar algo que aprontou com o ex-parceiro também é muito, muito ruim, na opinião da advogada Elisandreia Rodrigues. "Falar alguma sacanagem que fez com a ex não dá", avalia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Opiniões Estilo
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
BBC
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo