Comportamento

Por que é roubada se relacionar com homens como os de 'A Força do Querer'?

Heloísa Noronha

Colaboração com o UOL

10/08/2017 04h00

Machistas, controladores, inseguros, chiliquentos, egoístas... Os homens de "A Força do Querer" formam uma coleção dos piores parceiros que alguém pode ter. Para não se meter numa fria, dá uma olhada nestes os exemplos emblemáticos que, infelizmente, têm tudo a ver com alguns espécimes soltos por aí, na vida real. Fique de olho.

 

  • Imagem: Divulgação/TV Globo/ A Força do Querer
    Divulgação/TV Globo/ A Força do Querer
    Imagem: Divulgação/TV Globo/ A Força do Querer

    Rubinho (Emílio Dantas)

    É individualista, egoísta e só pensa no próprio bem-estar. Escondeu durante muito tempo da mulher, Bibi (Juliana Paes), que era traficante. Sabe que a parceira é louca por ele e se aproveita disso. Ele manipula Bibi, que passa por cima dos próprios valores para ajudá-lo. Não pensa nem sequer na segurança do filho, Dedé (João Bravo). Ao assumir a liderança do tráfico do morro, tudo indica que vai deixar o poder subir à cabeça, traindo, inclusive, a mulher. É um tipo de cara que não tem o menor pudor de usar a parceira para realizar seus planos sem se preocupar com os dela. Fuja de homens assim. Por que se doar sem receber?

  • Imagem: TV Globo/Divulgação
    TV Globo/Divulgação
    Imagem: TV Globo/Divulgação

    Caio (Rodrigo Lombardi)

    Ainda ama a ex-noiva, Bibi (Juliana Paes), o que o impede de levar adiante novas escolhas amorosas. A paixão pela ex fez com que o casamento com Leila (Lucy Ramos) naufragasse. Embora não concorde com o estilo de vida de Bibi, Caio não consegue deixar de correr atrás dela. Relacionar-se com um cara ainda envolvido com a ex é uma furada. Quase sempre o que ele busca é uma muleta para suportar a ausência da outra. Um sujeito apegado ao passado não vai se ligar a você emocionalmente. Resultado? Brigas e discussões. Caia fora, pois há o risco de isso minar a sua autoestima.

  • Imagem: Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo
    Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo
    Imagem: Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo

    Zeca (Marco Pigossi)

    Quando namorava Ritinha (Isis Valverde), já se mostrava machista e controlador, pois se incomodava com o fato de a moça ter opiniões firmes. Por várias vezes, chegou a humilhá-la, além de proibi-la de usar algumas roupas e conversar com outros homens. Mesmo depois de se envolver com Jeiza (Paolla Oliveira), policial e lutadora de MMA, continua com dificuldade em aceitar que uma mulher possa sair sozinha. E segue infernizando a vida da ex. Homens como Zeca nunca deixam a parceira ser como ela é, realmente. E se a garota cede às imposições, pior: ele inventa novas regras e a relação se torna cada vez mais doentia.

  • Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo
    João Miguel Júnior/TV Globo
    Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo

    Eurico (Humberto Martins)

    "Homem é homem, mulher é mulher! Isso aí a natureza já mostra quando a pessoa nasce! Fugir disso é aberração!". Essa é apenas uma das frases absurdas que o empresário tem desfiado na trama. É preconceituoso e homofóbico, magoando seu motorista, Nonato (Silvero Pereira), que esconde do patrão que é travesti. Intolerante e grosseiro, trata mal os funcionários e a mulher, Silvana (Lilia Cabral). É um homem que não aceita a real natureza das pessoas e que apela para a agressividade quando as coisas não o agradam. Evite turrões como Eurico. E, convenhamos, você se interessaria por alguém tão antiquado?

  • Imagem: Estevam Avellar/TV Globo
    Estevam Avellar/TV Globo
    Imagem: Estevam Avellar/TV Globo

    Eugênio (Dan Stulbach)

    É frustrado por ter adiado muito tempo o sonho de ter o próprio escritório de advocacia em função das necessidades do outros. Confuso e vulnerável, se deixou seduzir por Irene (Débora Falabella), mesmo sabendo que Joyce (Maria Fernanda Cândido) mantinha uma amizade com ela. Apesar da culpa por ter cometido a infidelidade e traído a confiança da mulher, vê nos "problemas do casamento" --ou seja, na parceira-- a responsabilidade pelo ato. Eugênio é daqueles que não sabe direito o que quer e magoa as pessoasr. Ama a esposa, mas fica com a amante porque ela infla a sua baixa autoestima... Que papelão, não?

  • Imagem: Reprodução/GShow
    Reprodução/GShow
    Imagem: Reprodução/GShow

    Ruy (Fiuk)

    Casou com Ritinha (Isis Valverde), ex de Zeca (Marco Pigossi), e também passou infernizar a moça com seu machismo, reclamando até que a mulher visita a mãe. Mimado, é do tipo que não suporta ver as mulheres indo contra sua vontade --tanto é que, depois de brigar com Ritinha, virou a noite na balada paquerando outras mulheres. E, em uma discussão, passou do limite ao segurar com força o braço de Cibele (Bruna Linzmeyer), sua ex. É preciso ter cuidado com homens que querem ser o centro das atenções. A combinação ciúme exacerbado e necessidade machista de controlar a mulher é uma gelada!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
"Fui marmita de traficante"
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Astrologia S/A
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Topo