Sexo

Christian Grey brasileiro dá 5 dicas para novatos em sadomasoquismo

Divulgação
Bruno Camargo, o Christian Grey brasileiro. Ele se apresenta às quintas-feiras no Clube das Mulheres, em São Paulo Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/02/2017 04h05

Os personagens Christian Grey e Anastasia, vividos, respectivamente por Jamie Dornan e Dakota Johnson nos cinemas, estão mais uma vez sob os olhos atentos do público brasileiro que é fã da franquia "Cinquenta Tons de Cinza". O segundo filme, "Cinquenta Tons Mais Escuros", chegou às salas na última quinta-feira (9) e mostra o playboy sadomadosquista lutando contra seus demônios internos. Para a mocinha, o desafio será controlar a raiva e o ciúme das mulheres que vieram antes dela.

Para entrar na onda, o UOL conversou com Bruno Camargo, 28, conhecido como o Sr. Grey brasileiro. Desde que o primeiro longa estreou, o dançarino se apresenta no Clube das Mulheres, em São Paulo, interpretando o personagem da saga criada pela autora inglesa E. L. James. Os shows continuam com o galã no palco envolto pelos jogos e brinquedos (algemas, velas, correntes e chicotes) que aparecem no livro e aguçam a curiosidade dos leitores. 

Bruno é casado há quatro anos e se tornou adepto das práticas BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo) por conta do trabalho. Mas conta que não é algo que faz parte do dia a dia sexual do casal. “O ‘sado’ serve para dar uma variada. Não é algo que fazemos toda hora”. Abaixo, ele dá 5 dicas para quem deseja se iniciar na prática:

  • Intimidade

    De acordo com Bruno, é fundamental, antes de qualquer atitude, deixar explícito até onde cada um pode ir. "As pessoas envolvidas precisam estar à vontade para ter prazer. Nada de fazer algo só porque o outro quer". Segundo ele, o grande impasse é que a maioria dos iniciantes não sabe como extrair o prazer do fetiche. "Não rola na primeira transa. Precisa existir intimidade para acontecer."

  • Vá com calma

    "Esse é o grande trunfo para dar certo. Se for um casal e uma das pessoas tiver mais prática, essa precisa dar total atenção ao prazer do outro. Isso já é regra quando se fala de 'sado'. Mas, no começo, isso é ainda mais importante".

  • Relaxe

    Bruno diz que um bom vinho é sempre bem-vindo para relaxar. Mas se o casal não for adepto de bebidas alcoólicas, vale deixar o ambiente ainda mais no clima. "Música, incenso e uma boa massagem --até usar cubos de gelos-- farão a diferença."

  • Abuse do toque

    O "Sr. Grey brasileiro" acredita que um sexo sadomasoquista exige ainda mais preliminares do que uma transa comum. "As pessoas têm que estar muito cheirosas. Você precisa conhecer o corpo do parceiro, literalmente. E para fazer isso da melhor forma, só beijando o corpo inteiro."

  • Acessórios

    Para Bruno, os que pensam em começar a praticar o 'sado' precisam ir devagar. E um acessório que não pode faltar para aguçar ainda mais a curiosidade é a venda dos olhos. "Muitas pessoas fazem sexo sentindo prazer no olhar do parceiro. Mas aprender a ser tocado com os olhos tampados é muito melhor, excita ainda mais." As algemas já podem fazer parte do segundo encontro fetichista. "Ficar totalmente escravo da pessoa que dá prazer é extremamente excitante." Para chegar no chicote e corrente, por exemplo, que são mais agressivos, ele pede cautela. "Usar esses acessórios antecipadamente pode assustar e acabar com as chances de manter as práticas na relação."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Mayumi Sato
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Mayumi Sato
Redação
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
do UOL
Redação
Mayumi Sato
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo