Comportamento

Mulher esconde pedido de ajuda na lição do filho para denunciar maus tratos do marido

Getty Images
Todo contato com outras pessoas era supervisionado pelo marido Imagem: Getty Images

Sob a vigilância constante do marido, uma uruguaia vítima de violência doméstica encontrou uma forma engenhosa de denunciar sua situação para a polícia na Espanha.

Vivendo em Benalmádena, na província de Málaga, no sul do país, ela não podia sair na rua sozinha e usar o celular ou entrar nas redes sociais sem a permissão do marido. Ele ainda fazia checagens frequentes no telefone e filtrava qualquer contato seu com o mundo exterior, segundo relatos da polícia ao jornal "ABC", que revelou o caso.

Mas ela conseguiu esconder um bilhete com um pedido de ajuda em meio à lição de casa de seu filho de oito anos. Nele, explicava sua situação e dava dados pessoais, inclusive seu endereço.

A professora do menino achou o bilhete dentro de um livro e avisou a direção da escola, que entrou em contato com as autoridades e o Centro Municipal da Mulher de Benalmádena.

Investigação

Para evitar riscos à mulher, foi elaborado um plano para investigar a denúncia sem levantar suspeitas. O casal foi convocado para ir à escola para uma suposta reunião sobre o filho.

Quando chegaram ao colégio, o marido esperou do lado de fora e ela entrou na sala. A mulher relatou aos policiais os maus tratos que estava sofrendo, descrevendo as agressões, inclusive uma ocasião em que o marido teria colocado fogo na cama para intimidá-la e exibiu os vários hematomas que tinha pelo corpo.

O homem foi detido ali mesmo, mas depois libertado sob a condição de se manter a uma distância mínima da vítima e de usar uma pulseira eletrônica, que informa à polícia se essa medida for descumprida.

A mulher e seu filho estão recebendo assistência do Instituto Andaluz da Mulher, órgão governamental dedicado à promoção da igualdade de gênero.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Topo