Estilo de vida

O resgate de bebê chimpanzé órfão que seria vendido como mascote por traficantes

01/02/2017 16h24

Depois de um ano de investigação, uma reportagem da BBC revelou uma rede de tráfico de animais silvestres na Costa do Marfim.

Os traficantes mantinham filhotes de chimpanzés presos após serem retirados da floresta onde vivem.

Esses animais são órfãos - para levar um bebê chimpanzé de seu ambiente, é preciso matar toda a sua família, o que ameaça a sobrevivência da espécie.

Depois do cativeiro, os primatas eram vendidos para pessoas ricas na Ásia e Golfo Pérsico, que os mantinham como animais de estimação.

A rede de tráfico de animais silvestres no oeste da África era conhecida como “sala azul”.

A investigação da BBC levou ao resgate de Nemley Jr, um chimpanzé de um ano de idade na capital marfinense, Abidjan, e que agora está sob os cuidados das autoridades do país.

Suspeitos de integrar a rede foram presos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Estilo de vida

Topo