Comportamento

Nove passos para ser uma pessoa mais rica na vida material e pessoal

RENATA RODE
Colaboração para o UOL

14/12/2010 07h00

Com a chegada do fim de ano, é normal pensar em nossas atitudes, analisar o que alcançamos e o que pretendemos conquistar. Muitas pessoas fazem listas de desejos, que ficam guardadas na gaveta - algumas se realizam, outras não. Mas a pergunta que não quer calar é: o que é preciso para ser uma pessoa rica em todos os sentidos?

Em busca de uma resposta, ouvimos especialistas e resgatamos histórias para que você tire a sua conclusão. O resultado pode ser uma virada de ano mais otimista e, acima de tudo, próspera em todas as áreas.

  • Getty Images/Thinkstock

    Dinheiro é importante, claro, mas é preciso se lembrar dos amigos, da família e da ética

Prosperidade

Um diagnóstico negativo da vida financeira pode afetar todo o resto, inclusive, o relacionamento no trabalho e na vida pessoal. “Descobri que um deslize podia acabar com minha saúde financeira e física, inclusive quando tive depressão por ter o nome incluído na lista do Serviço de Proteção ao Crédito. Não dormi enquanto não resolvi o problema e, hoje, sigo passos que não seguia antes, como anotar gastos para me controlar”, diz M.G., secretária paulistana, 42 anos.

O educador financeiro Álvaro Modernell tem visão particular sobre a capacidade de se tornar rico: “Embora eu não acredite que seja possível ficar rico apenas fazendo economia e trabalhando bastante, acho praticamente impossível ficar rico sem fazer isso. Economia, trabalho e capacitação são básicos nesse propósito”, diz o especialista. Álvaro declara que em poucos anos é muito difícil uma pessoa enriquecer e, mesmo quando isso ocorra, trata-se de casos muito raros. “Mas é possível ficar mais rico a cada ano. Isso é o mais importante. O trabalho enobrece, sem dúvidas, e pode proporcionar boas condições de vida, mas dificilmente alguém fica rico apenas com a força do seu trabalho. É uma somatória de atitudes: empreender, inovar, criar, mobilizar recursos, investir com sabedoria”.

Antes de tudo, anote as dicas para sair do vermelho na vida financeira e começar o caminho para uma vida mais próspera:

- gastar menos do que ganha;

- cortar as despesas;

- buscar novas fontes de renda;

- organizar o orçamento;

- renegociar as dívidas;

- buscar educação financeira;

- começar já;

- não esperar pelos outros, nem por milagres.

Depois de "deixar a casa arrumada", coloque em prática os quatro passos sugeridos pelo educador financeiro Álvaro Modernell para ficar mais rico:

  1. Não tenha pressa. Quando a pressa é exagerada a pessoa acaba assumindo riscos muito grandes e, na maioria das vezes, o resultado não é o esperado. Isso deve ser uma meta de longo prazo.
  2. Invista em planejamento. Para toda jornada que é longa, o mais importante é planejar. Dar importância ao planejamento, à capacitação e à organização das metas é fundamental.
  3. Pondere valores. Dinheiro é importante, é claro, mas não é o mais importante na vida. Algumas pessoas entram numa corrida desenfreada atrás de riquezas e se esquecem dos amigos, da família, da ética, de respeitar os outros.
  4. Seja equilibrado. Não é porque você tem um foco que vai viver 100% nele e se esquecer do resto. Algumas pessoas ficam tão gananciosas ou ávidas por sucesso que deixam até de cuidar da saúde. “Essas pessoas podem até ficar ricas, mas não ficam prósperas, o que, na minha visão, é muito mais importante do que ficar apenas rico”, ensina Modernell. Afinal, ser rico é acumular dinheiro e bens de valor, enquanto ser próspero é progredir, desenvolver-se, ser bem-sucedido e ter êxito naquilo que faz.

Riqueza emocional

Segundo Roberto Shinyashiki, palestrante e autor de diversos livros sobre sucesso pessoal e profissional, uma atitude é essencial para conseguir chegar ao topo de qualquer área: “Devemos nos amar independentemente dos resultados que estamos conseguindo e acima de tudo”.

A valorização é construída com suor, muito estudo, planejamento e estratégia. Com essa receita, é possível ser rico em todos os sentidos

Roberto Shinyashiki, escritor e palestrante

Sim, a autoestima elevada e uma conduta positiva no dia a dia podem fazer a diferença. Na opinião do renomado especialista, ser uma pessoa rica é “saber agradecer o aprendizado das dificuldades e celebrar as vitórias”. Para ele, o equilíbrio emocional vem com uma abordagem muito simples: a de celebrar a vida. “Só conquistam o sucesso pessoas que são apaixonadas por viver e vivem apaixonadas pela vida”. Sem contar que gostar do que faz ajuda muito nessa caminhada. 

Shinyashiki ensina cinco passos para alcançar a riqueza:

  1. Tenha objetivos claros. Não adianta traçar focos que nunca serão atingidos ou impossíveis. Quanto mais você tiver clareza no seu plano de ação, mais fácil será colocá-lo em prática;
  2. Defina uma estratégia. Nada de deixar tudo para depois ou a cargo do destino. Existe um empreendedor em cada pessoa, que deve colocar no papel uma estratégia para alcançar cada objetivo almejado;
  3. Ajude e tenha vontade de ajudar ao próximo. Realizar atividades sociais beneficia não só a quem você ajuda, mas a si também. O sentimento de realização ao ser solidário não tem preço;
  4. Desenvolva a capacidade de perdoar, principalmente a si mesmo. Não adianta ser radical demais com as pessoas nem extremamente perfeccionista com você mesmo. Todos podem e têm o direito de errar para tomar como lição esse aprendizado;
  5. Tenha prazer em rezar. Sim, ter fé é um dos poderes mais belos e grandiosos da humanidade. Profetizar palavras de otimismo, verbalizar o que você quer durante a oração e orar são atitudes saudáveis para uma vida rica.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
BBC
Redação
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Comportamento
BBC
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Topo