Comportamento

Quatro faxinas que você precisa fazer antes de acabar o ano

HELOÍSA NORONHA
Colaboração para o UOL

27/12/2010 07h00

Os dias que antecedem a chegada de um novo ano são um excelente momento para reavaliar todas as áreas de atividade em que atuamos e identificar o que está funcionando, o que não está, o que nos é útil e o que não nos serve mais. Assim, ficamos livres para criar novas metas e gerar espaço para construir o que esperamos de nossas vidas. Isso vale não só para a tradicional organização da casa, mas também para realizarmos uma faxina em nosso corpo, nossa mente e nosso coração. Siga as dicas a seguir e dê boas-vindas a 2011 com, literalmente, tudo em ordem!

  • Getty Images/Thinkstock

    Meditar acalma a ansiedade e dá equilíbrio

MENTE

- Aprimore a qualidade de seus pensamentos, afugentando os pessimistas que criam obstáculos para seu sucesso e felicidade. Procure ter apenas pensamentos positivos.

- Pratique meditação. Esse exercício, além de acalmar a ansiedade e equilibrar seus pensamentos, propicia autoconhecimento, essencial para que se façam melhores escolhas.

- Elimine crenças negativas sobre si mesmo (a) e pare de tentar ser outra pessoa. Aprimore o que você já é.

- Dê fim ao hábito de tentar agradar os outros. Seja fiel a si mesmo (a) e coloque-se em primeiro lugar.

- Há quem viva do “lixo” de outras pessoas: gente que gosta de ler notícias terríveis de crimes hediondos, saber os podres dos artistas da TV, vasculhar detalhes dos problemas alheios... Para que encher a cabeça com tanta energia negativa?

- A nossa mente é quem governa nossas vontades e ações. Se queremos fazer o melhor por nossa vida, não vai ser numa cabeça poluída por pensamentos ansiosos e bagunçados que vamos conseguir criar o que sonhamos.

- Diga não. Perceba o que é prioridade para você nesse momento e recuse qualquer outra atividade, pedido ou tentação que vier desviar do que vai fazê-lo (a) feliz e satisfeito (a) ou impedi-lo (a) de cumprir uma promessa consigo mesmo (a). Pratique essa habilidade determinando limites que você quer estabelecer para si e comece o ano em saldo positivo com você.

CORAÇÃO

  • Getty Images/Thinkstock

    Alimente relacionamentos que tragam crescimento

- Alimente os relacionamentos que geram crescimento e aqueles com os quais você se sente energizado (a). Corte todos os outros aqueles que o (a) sugam e o (a) deixam fraco (a).

- Não se contente com aquilo que não está bom. Mas acredite que o primeiro coração que deve estar forte, nutrido e ser amado é o seu. Assim, invista no seu amor-próprio.

- Solte o verbo e reclame. Por mais que doa, sempre coloque os devidos limites de dentro para fora e de fora para dentro. Suportar situações adversas tem limites e, passados esses limites, abre-se a porta para as mais diversas doenças.

- Livre-se dos preconceitos e dos mitos que atrapalham sua vida. Invista no seu prazer, naquilo que promova sua alegria e não esqueça a sua libido. Invista mais nas preliminares e deixe para fora do quarto a vergonha ou o receio de falar do que gosta. Masturbe-se, pois é uma ótima forma de descobrir onde está o seu prazer.

- Há quem aprecie não só carregar as próprias “tranqueiras”, mas também depositá-las nas costas dos outros: culpas, dureza, amargura... Jogue fora sentimentos que já deveriam estar no lixo há muitos anos.

- Deixe de lado alimentos que podem comprometer sua saúde e, consequentemente, sua vida sexual, como carboidratos, doces, refrigerantes e álcool em excesso. Tudo isso afeta a libido e pode até comprometer o desempenho sexual - uma das causas da impotência masculina é o diabetes.

- Tenha compaixão com a raiva. Não será muito melhor começar um novo ano sem carregar toda essa bagagem nas costas? Todos nós sentimos raiva, frustração, irritação, isso é humano. Vá para a frente do espelho e veja a sua cara quando você está no auge desse sofrimento. É uma cara horrível, não? Ria, faça palhaçadas para si mesmo (a). Sentir raiva é legítimo, mas não é necessário ficar preso a ela e concretizá-la em seu corpo. Isso só gera mais sofrimento.

CORPO

  • Getty Images/Thinkstock

    Cuide do corpo e da alimentação

- A atividade física manda embora o estresse e a tensão acumulados. Nesse fim de ano, aproveite para caminhar no parque ou nadar na piscina do clube ou do condomínio.

- Se for passar o Réveillon na praia, tente tomar um banho de mar antes de soar a meia-noite do dia 31. Purificadora, a água do mar leva embora todas as energias negativas e o cansaço acumulados em 2010.

- Que tal abolir a açúcar branco da alimentação? Isso pode ser feito de maneira gradativa, é claro. A sacarose, fruto do beneficiamento da cana-de-açúcar, cobra um preço muito alto para entrar no organismo, retirando cálcio e fósforo de nossas reservas, que estão principalmente nos ossos.

- Mais um bom motivo para dizer adeus ao açúcar? Ele perturba o metabolismo impedindo um bom funcionamento, gerando fermentação e acidez, o que acaba predispondo a inflamações e inchaços, impedindo também qualquer tentativa de redução de peso.

- Varra o sedentarismo para fora da sua vida. Se a ideia de frequentar uma academia não o (a) empolga, tente caminhar pelo menos três vezes por semana por 40 minutos no mínimo. Isso ativa a circulação e o pensamento, abrindo novas perspectivas.

- Faça uma limpeza na pele do rosto e uma esfoliação corporal para retirar as impurezas e as células mortas. Além de ganhar uma pele novinha em folha, você ainda vai deixá-la preparada para conquistar um bronzeado bonito e uniforme neste verão.

- Fazer uma faxina no corpo significa promover uma mudança nos hábitos: esquecer aquilo que sabemos que é ruim e adotarmos uma nova consciência.

- Coma peixe. Sua carne é rica em ômega 3, substância que proporciona diversos benefícios ao organismo, como a diminuição do colesterol ruim (LDL) e o aumento do bom (HDL), a proteção contra doenças cardíacas e o estímulo ao desenvolvimento da atividade cerebral.

- Beba chá de alecrim. A bebida ajuda a combater o estresse físico e mental, condições de depressão, a gota, o reumatismo, colesterol, dores de dente, estômago preguiçoso e até enxaquecas. A folha também pode ser usada como tempero para carnes de porco, carneiro e peixe, além de aromatizar vinagres e óleos.

- Acrescente alface em suas refeições. A verdura é ótima para quem quer mandar o mau humor para bem longe. Ela é rica em folato, cuja falta pode ocasionar quadros de depressão, confusão mental e cansaço. No talo é possível encontrar a lactucina, que atua como um calmante natural.

- Dê preferência ao arroz integral. Em comparação com o arroz branco, o integral só apresenta vantagens. Como ele tem os grãos intactos, que preservam a película e o gérmen, possui maior concentração de nutrientes. Seu consumo regular diminui os problemas intestinais, como a constipação, melhora o metabolismo da glicose nos diabéticos, protege o sistema nervoso devido à presença da vitamina B1 e melhora o metabolismo da contração muscular.

- Consuma limão. A fruta é rica em vitamina C e ajuda a regular o organismo, otimiza a ação do sistema excretor e melhora a eliminação de toxinas do corpo. Assim, fica mais fácil o controle do diabetes, do colesterol, dos triglicerídeos e de substâncias que geram estresse, ansiedade e depressão.

- Beba muita água. Deve ser a primeira coisa que você precisa colocar no seu corpo pela manhã para limpar as toxinas acumuladas durante o sono, literalmente lavando seu corpo por dentro. Tome de 250 a 500 ml logo após acordar, todos os dias.

- Coma bastante vegetais folhosos verde-escuros, como couve, salsinha, rúcula, espinafre e outros. Eles ajudam o fígado a processar as toxinas, como comidas gordurosas, excesso de proteínas e álcool.

- Movimente-se. Esse item é essencial para livrar o corpo de tensões, estresse e exageros. Ioga é especialmente boa para ajudar o corpo num processo de limpeza. Invista em asanas (posturas) de torção, que “espremem” os órgãos internos no abdome e incentivam a eliminação de toxinas.

CASA

  • Getty Images/Thinkstock

    Organização evita a estagnação de energia

- Jogue fora, venda ou doe objetos que não têm mais nenhuma razão para permanecer na sua casa e em sua vida.

- Remova a estagnação de energia eliminando os excessos. Guarde apenas o que você usa e aprecia realmente.

- Retire tudo aquilo que não usa há mais de um ano de seus armários – roupas, acessórios, sapatos e até peças íntimas – e doe para alguma instituição de caridade. Desse modo, além de criar mais espaço, você também renovará as energias e fará uma boa ação.

- Para que conservar (ou pior, usar) louças lascadas, panelas sem cabo, vasilhas de plástico sem tampa e afins? Doe tudo isso.

- Aliás, jogue fora a mania (lastimável!) de usar louça e copos velhos e lascados no dia a dia e retirar do armário as peças especiais de porcelana ou prata somente quando recebe visitas. Sua família – ou você mesmo (a), se morar só – é o seu bem mais precioso e merece o melhor. Lembre-se: todos os dias são especiais, tudo depende de como os encaramos.

- Sabe aquele eletrodoméstico que você deixou no armário há tempos para mandar consertar e nunca tomou uma atitude? Doe também para uma instituição de caridade. Esses locais sempre contam com um setor de manutenção, onde poderão consertar e vender. O valor apurado costuma ser revertido para a instituição.

- Espante o mau humor e organize todos os armários da casa, jogando fora o que não presta mais – inclusive documentos antigos e canhotos de cheque que não servem para mais nada. A bagunça produz alguns efeitos na nossa vida: traz sentimentos de desorganização, irritação, tensão e até mesmo depressão. Em contrapartida, a organização nos traz maior domínio sobre a vida, mais leveza e melhora os relacionamentos.

- Livre-se daquele cheiro de “guardado”. Lave edredons, cobertores e blusas de lã e guarde-os em embalagens a vácuo. A embalagem a vácuo faz com que suas roupas permaneçam cheirosas, sem mofo ou odores desagradáveis, até a próxima vez de usar.

- Limpe e organize a sua despensa e geladeira, você vai se surpreender com a quantidade de produtos fora da validade.

- Troque as fotos dos porta-retratos. Vai ser um momento prazeroso olhar álbuns de fotografia para escolher as novas imagens. Se tiver crianças, chame-as para ajudar – elas vão adorar!

- Ajude uma biblioteca. Quem não tem livros guardando poeira dentro de armários e em estantes? Sejam clássicos, contemporâneos ou técnicos, há sempre espaço para mais livros em bibliotecas públicas, desde universidades e escolas, até em terminais de ônibus. Você ganha espaço e um obrigada.  

- Seja verde. Aproveite que os produtos ecológicos e orgânicos de higiene e limpeza estão aparecendo no mercado e livre-se dos produtos químicos que intoxicam seu lar e seu corpo. Assim tudo fica limpo de verdade.

- Recicle a energia e os materiais. Papéis guardados não acumulam só sujeira, mas também criam um ponto de estagnação de energia na casa. Organize-os em pastas ou sacos plásticos e elimine o que não tem mais serventia, para serem reciclados por entidades apropriadas.

Consultoria:

- Ana Raia, sócia-fundadora da empresa Raia Coaching e mentora do Kabbalah Centre Brasil

- Carlos Araújo, cirurgião vascular e diretor-presidente do Instituto Paulista para Tratamento de Disfunção Erétil

- Eduardo Ferraz, consultor e especialista em gestão de pessoas, negociação e vendas, autor de “Por Que a Gente É do Jeito que a Gente É?” (Ed. Gente)

- Gabriela Casabona, dermatologista

- Heloisa Lúcia Sundfeld, empresária e personal organizer, dona da Help Personal Assistant

- Juliana Faria, arquiteta e personal organizer, dona da Yru Organizer - Organização de Ambientes

- Maximo Asinelli, nutrólogo

- Melissa Setubal, coach de saúde integrativa

- Samir Wady Rahme, médico clínico com formação em medicina antroposófica

- Silmar Coelho, psicólogo e escritor de livros nas áreas de aconselhamento familiar, liderança e motivação

- Sueli Meirelles, psicóloga, autora de "Do Divã à Espiritualidade: ATH - Abordagem Transdisciplinar Holística em Psicoterapia” (Ed. Ideias & Letras)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Da Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Topo