Comportamento

Você conseguiria se relacionar com alguém que já tem filhos? Faça o teste!

HELOÍSA NORONHA

Colaboração para o UOL

16/06/2011 07h00

Hoje em dia, não é raro que o alvo de uma paixão já tenha uma história. Relacionar-se com alguém que já tem filho (ou mais de um) é tornar a história do outro parte e continuação de sua própria trajetória. E isso não é fácil. Em geral, a mulher é mais tolerante em aceitar uma relação com um homem que tenha herdeiros, pois, em uma separação, normalmente, os filhos moram com a mãe.

Thinkstock

“Nessa situação, o pai convive muito menos com os filhos, sobrando mais tempo para o casal estar a sós”, diz a psicóloga Eliete Matielo, de São Paulo, diretora da agência de relacionamento Eclipse Love. O homem, segundo ela, tem mais receio de se envolver com mulheres-mães. “Ele pondera mais e é mais precavido. Caso não se imagine nesse tipo de enredo, fugirá rapidinho”, afirma a terapeuta familiar Roberta Palermo, de São Paulo, autora do livro “100% Madrasta” (Integrare Editora).

“Namorar uma mulher que é mãe significa, na maior parte das vezes, conviver tempo integral com os filhos dela e aceitar que seu lazer e intimidade dependem também dos horários das crianças”, conta Eliete. “Entretanto, muitas mulheres se incomodam com a atenção que o parceiro naturalmente presta aos filhos, sentindo-se enciumadas. Penso que o desprendimento da pessoa, independentemente do sexo, é que faz a diferença. É mais uma questão de autoconfiança e compreensão”, declara a mediadora de conflitos Suely Buriasco, de São Paulo.

  • Thinkstock

    É necessário fazer com que todos os filhos sintam-se membros iguais da família


Independentemente do gênero, quem deseja ou decide namorar alguém com filhos precisa preencher vários pré-requisitos básicos implícitos para que o romance dê certo. O primeiro é entender que o filho vai ser sempre a prioridade. “O segundo é mostrar real disposição para compartilhar e participar da convivência e educação dos filhos do outro, visando sempre o melhor para um desenvolvimento saudável das crianças e bem-estar da pessoa com quem se relaciona”, diz Eliete Matielo.

“Quem está preparado para esse tipo de relação sabe que tem seu próprio espaço na vida do outro e compreende e aceita o espaço das crianças, promovendo uma relação de respeito com elas. É alguém que sabe administrar conflitos e impor-se sempre que necessário. Ou seja, tem autoconfiança e segurança de suas potencialidades”, explica Suely Buriasco.

Por outro lado, pessoas despreparadas para encarar a situação são ciumentas, não querem dividir a atenção, não sabem lidar com os imprevistos e as demandas que uma criança exige. Por trás desse comportamento podem se esconder diversos motivos, como insegurança, desconfiança, sentimento de posse e, sobretudo, baixa autoestima e um medo intenso (muitas vezes não justificado) de que os filhos refaçam os laços afetivos dos pais. “A pessoa despreparada, a meu ver, é a que ainda não cresceu e disputa a atenção como se fosse um filho mais velho”, comenta Regina Maria Azevedo, especialista em programação neurolínguística (PNL), de São Paulo.

Para Roberta Palermo, a mulher é quem demonstra mais ciúme nessas situações, pois nem sempre consegue lidar com o fato de não ter sido a primeira a ter dado um filho para o homem que ama. “Ao olhar para a criança, é como se enxergasse uma mini-ex dentro de sua casa, entre outras paranóias que podem aparecer. Muitas vezes elas surgem porque o namorado ou marido tem um comportamento inadequado que causa mal-estar. O homem que tem medo da ex e dó dos filhos é o pior deles.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Redação
BBC
Redação
BBC
Redação
Beleza e maternidade
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Comportamento
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Topo