Comportamento

Homens e mulheres podem inovar na transa com o uso de vibradores

HELOÍSA NORONHA

Colaboração para o UOL

Você já viu este acessório em filmes ou seriados. Ele já apareceu várias vezes em “Sex and the City”, por exemplo, e foi a sensação do Festival de Cinema de Toronto deste ano, com o filme “Hysteria”. Com tanta publicidade, sua popularização aumentou, e algumas rodinhas mais modernas já o abordam com naturalidade. Mas o uso do vibrador ainda é um tabu.

“Nem sempre a questão é o preconceito. Algumas vezes se trata da preferência de cada um na forma como gosta de ser estimulado. É preconceito quando a pessoa pensa que essa não é uma forma natural de fazer sexo, que é pecado, que é para mulheres encalhadas ou que a pessoa vai ficar viciada no acessório”, afirma a educadora sexual e psicoterapeuta Carmen Janssen, docente do Instituto Isexp, de São Paulo.

Dar uma chance ao vibrador e incluí-lo no sexo pode deixar este momento mais divertido e íntimo. “Para casais em relações estáveis e longas, especialmente, os acessórios eróticos oferecem o sabor de novidade”, diz a ginecologista Carolina Ambrogini, coordenadora do Projeto Afrodite, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

É claro que o vibrador por si só não resolve problemas sexuais nem melhora a afetividade. Mas ele é capaz de proporcionar outras possibilidades de estímulos, enriquecendo a intimidade. “Isso desde que acompanhado de uma postura sensual pelas partes envolvidas. Beijos, olhares, entrega e sensibilidade servem para seduzir o outro da forma que ele gosta”, explica Carmen.

Antes de testar a dois, é bom sondar se há aceitação e preparar o terreno. Converse sobre o assunto em uma ocasião informal – bem longe dos lençóis, de preferência. Para não assustar sua companhia, nada de surgir de repente na cama com a “surpresinha”.

Ficou interessado pela ideia? Confira os modelos de vibradores que há no mercado (tem para todos os gostos!) e as dicas para colocar o brinquedinho para funcionar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo