Vida no trabalho

Saiba identificar a hora de engolir sapos no trabalho e aprenda a expor sua opinião

Thinkstock
Funcionário que não expõe ou contesta ideias pode ser encarado como desinteressado Imagem: Thinkstock

Simone Cunha

Do UOL, em São Paulo

21/05/2012 07h00

Bom-senso é a palavra-chave se você não quer passar a vida engolindo sapos ou vivendo em crise com o seu chefe no ambiente de trabalho. “Isso não significa, necessariamente, aceitar tudo de forma passiva", diz o educador Celso Estrella, diretor da CriaCorp Desenvolvimento Empresarial. "Mas é importante absorver tais situações para buscar se aprimorar e evitar problemas”.

Como expor sua opinião
O líder nem sempre é o dono da razão e suas decisões podem, muitas vezes, levar a equipe ao erro. Neste momento, divergir é permitido. “Para isso, é fundamental ter argumentos irrefutáveis para comprovar que sua ideia pode ser melhor do que a sugerida pelo chefe, além de oferecer menos problemas para serem gerenciados ao longo do processo”, afirma a psicóloga Inês Cozzo Olivares, diretora e sócia-fundadora da T'AI Consultoria.

No momento de expor sua opinião, vale a dica: o tom da comunicação deve ser suave e de conciliação. Ainda assim, o gestor pode não aceitar o seu argumento e, nesse caso, não vale insistir. “Bater o pé não vai levar a nada produtivo, sem contar que o gestor tem o poder de te demitir”, afirma Mari Cordeiro, diretora executiva da M&S. Para ela, nada é mais castrador em uma empresa do que um gestor que não abre espaço para o diálogo e não respeita as pessoas. Mas como isso ainda acontece, é preciso ter jogo de cintura para não ser prejudicado por uma opinião. Cabe ao funcionário respeitar a hierarquia estabelecida pela empresa e atender com eficácia às solicitações do gestor do seu setor de trabalho. “A única exceção é um caso em que a ética e os valores da empresa correm risco de serem desrespeitados”, afirma Celso Estrella. Para ele, em um caso como esse, a tarefa deve ser rejeitada com diplomacia.

Quando engolir sapos vira um tiro no pé
Não é fácil ir contra a opinião daquele que detém o poder. Porém, se você se acostuma com situações como realizar tarefas frustrantes, aceitar levar uma bronca injusta e nunca opina sobre nada, pode estar dando um tiro no pé e atrapalhando sua ascensão profissional. “Aquele que sempre engole sapos tende a se considerar uma vítima”, afirma Inês. E isso pode causar um enorme estresse, comprometendo a saúde física, mental, emocional e psicológica. “Tais fatores podem levar ao comprometimento de resultados do negócio”, diz a psicóloga.

As atitudes de um funcionário que sempre aceita tudo e não expõe ou contesta ideias podem ser encaradas como falta de interesse. “O máximo que ele acaba conseguindo é se manter na posição atual, mas corre grande risco de ser dispensado”, diz Estrella. A psicóloga Mari Cordeiro acredita que os sapos nunca são engolidos totalmente. “Em algum momento, a coisa explode e os sapos são expelidos de alguma maneira. Dizendo o que deveria, mas da forma que não deveria”, diz ela. Ou seja, explodir ou implodir as emoções não é saudável. “O mais adequado é conversar com tranquilidade e tentar uma negociação”, afirma Mari.

Dicas para não acumular sapos nem se prejudicar no trabalho

1. Mantenha-se antenado a tudo o que acontece no seu setor, na sua empresa e no mercado.

 

2. Busque aprimoramento técnico com cursos e aprenda com os demais membros da equipe.

 

3. Procure aprimorar seu relacionamento interpessoal com leituras, vivências e até "feedback" de amigos.

 

4. Analise cada situação que vivenciar de contestações ou de sapos, ainda que como expectador, e busque entender o que aconteceu e que medidas preventivas poderiam ter evitado o fato.

 

5. Planeje sua vida profissional de modo objetivo, estabelecendo prazos das etapas a serem cumpridas e como alcançar cada uma delas.

 

6. Escolha quais pontos deseja realmente argumentar e monte sua estratégia com base em dados e fatos.

 

7. Não critique uma pessoa, critique o comportamento.

 

8. Se estiver com os ânimos à flor da pele, pare e pense sobre a situação. Identifique em que você pode ceder e escolha sua estratégia de argumentação.

 

9. Esteja aberto para as opiniões dos outros. Permita rever suas crenças, pois elas limitam sua visão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
BBC
BBC
Redação
Redação
UOL Estilo
do UOL
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Plano de Carreira - Daniela Lago
Escolha Sua Vida
Redação
Redação
BBC
Redação
Escolha Sua Vida
Comportamento
Redação
Redação
Redação
BBC
Comportamento
Glamurama
Comportamento
Comportamento
Plano de Carreira - Daniela Lago
Webmasters
Folha de S. Paulo
Glamurama
Redação
Escolha Sua Vida
BBC
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Topo