Vida no trabalho

Mentir é a pior solução para demitir funcionário; veja dez lições para lidar com a situação

Stefan/UOL
Especialista sugere gerar empatia com o funcionário. Olhe nos olhos, sorria e ofereça um café. Imagem: Stefan/UOL

Katia Deutner

Do UOL, em São Paulo

Um dos maiores desafios da vida profissional - ao menos para os chefes - é saber como demitir alguém. O que dizer nessa situação? Será que vale a pena mentir e dar a desculpa de que a empresa está passando por um corte de despesas, mas que a culpa não é do funcionário? Para os especialistas, a melhor alternativa é dizer a verdade. “Dita de forma ética e bem pensada, a verdade não magoa", afirma Branca Barão, especialista em carreira e comportamento humano. "Isso ainda irá ajudá-lo a crescer e se tornar um profissional melhor em outra oportunidade de trabalho”.

Mentir é a pior solução para demitir um funcionário, pois ele sairá sem saber quais são seus pontos fracos. “O profissional não reconhecerá que precisa melhorar e poderá ser demitido novamente no futuro”, afirma Daniella Correa, consultora de RH da Catho Online. "E se o verdadeiro motivo da demissão for descoberto, o gestor pode perder a credibilidade com a equipe". Além disso, a empresa pode passar a imagem de antiética aos demais funcionários, pois não tem a consideração e a coerência de dizer os motivos verdadeiros das demissões. E assim, o que era um caso isolado vira uma rotina de desculpas. 

Também não se deve apelar para o outro extremo e dar lições de moral ou apontar todos os defeitos e erros cometidos. A situação já é demasiadamente delicada para proporcionar humilhações. “O funcionário deve sair sabendo o real motivo e levando um pacote de coisas que precisa melhorar ou adquirir”, afirma a psicóloga Miriam Barros, especialista em coaching. Deixar o funcionário ainda mais magoado faz do gestor um psicopata corporativo. (Para saber se seu colega ou chefe pode ser um psicopata, faça o teste.)

Dez passos para demitir um funcionário 

Antes da demissão:


1. Informe-se muito bem sobre o período em que a pessoa trabalhou na empresa e os resultados que apresentou -ou deixou de apresentar. 

 

2. Se você tiver a missão de demitir um funcionário de outro gestor, descubra a relação que ele tinha com seu superior, quem era seu líder e quais os problemas que tiveram.

 

3. Se estiver demitindo um chefe de departamento, conheça mais sobre a relação dele com a equipe, seus pontos fortes e fracos, suas amizades.

 

4. Coloque-se no lugar do profissional. “Conheça o ser humano que será demitido. Saiba como é seu comportamento, seu estilo, suas expectativas com relação à empresa”, diz a especialista em carreira Branca Barão.

 

5. Agende uma reunião, de preferência, em uma sala reservada. "A conversa deve acontecer pessoalmente, nunca por e-mail ou telefone”, afirma Daniella Correa, consultora de RH da Catho Online.

 

No momento da demissão: 


6. Olhe nos olhos do funcionário, sorria, ofereça-lhe uma água ou um café. “Embora o ambiente não propicie uma situação confortável, use da boa vontade e faça o possível para que ele seja menos desagradável”, diz Branca Barão. "Procure gerar empatia". 

 

7. Seja direto. Longas preparações geram ansiedade e intensificam sensações ruins –que já são naturais nessa situação. “Encontre um equilíbrio entre não se mostrar totalmente frio e distante e nem envolvido demais”, afirma a psicóloga Miriam Barros.

 

8. Fale representando a empresa e não deixe a conversa ir para o pessoal. Diga em quais pontos o funcionário não atendeu às expectativas da organização. Mostre resultados não alcançados e as chances dadas. “Nesse momento, o profissional se sente injustiçado e esquece as tentativas que ocorreram para preservá-lo ali. Lembre-o que responsabilidade é de ambos, empresa e colaborador”, afirma Branca Barão.

 

9. Mostre-se aberto a questões e dúvidas e responda com o máximo de honestidade possível. Ressalte pontos fortes e reais e oriente-o sobre cursos complementares.

 

10. Ofereça ajuda no processo de recolocação e indique um caminho para enviar currículos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
BBC
BBC
Redação
Redação
UOL Estilo
do UOL
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Plano de Carreira - Daniela Lago
Escolha Sua Vida
Redação
Redação
BBC
Redação
Escolha Sua Vida
Comportamento
Redação
Redação
Redação
BBC
Comportamento
Glamurama
Comportamento
Comportamento
Plano de Carreira - Daniela Lago
Webmasters
Folha de S. Paulo
Glamurama
Redação
Escolha Sua Vida
BBC
Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
Bloomberg
Escolha Sua Vida
Topo