Comportamento

Pesquisa mostra que não é possível detectar mentiras com base no movimento dos olhos

Thinkstock
Cientistas britânicos descobriram que não existe um padrão de movimento dos olhos que revele a mentira Imagem: Thinkstock

Anahad O'connor

New York Times Syndicate

25/07/2012 13h02

De acordo com uma antiga teoria sobre linguagem corporal, é fácil descobrir quando alguém está mentindo. Quando os destros movimentam os olhos para cima e para a esquerda ao responder a uma pergunta, eles estão descrevendo uma recordação real. Quando dirigem o olhar para cima e para a direita, segundo a teoria, eles estão acessando os centros cerebrais de criatividade e visualizando um evento imaginado – e, portanto, inventando a mentira.

A teoria dos anos 1970 é largamente reproduzida e ensinada com frequência em treinamentos de neurolinguística. Contudo, a teoria nunca foi totalmente comprovada e a nova pesquisa sugere que ela não passa de pseudociência.

Em um estudo controlado, publicado no "PLos One", pesquisadores britânicos monitoraram o movimento dos olhos de 32 pessoas destras enquanto elas contavam a um entrevistador mentiras e verdades sobre fatos recentes. Os cientistas descobriram que não existia um padrão de movimento dos olhos que revelasse a mentira.

Num segundo experimento, foi pedido a 50 pessoas que procurassem por sinais de mentira entre entrevistados. Embora metade do grupo tenha sido instruída a procurar pelo movimento dos olhos, ela não se saiu melhor em detectar a mentira do que o grupo de controle destreinado.

Mas o que dizer de situações mais sérias da vida real? Para responder a essa pergunta, os pesquisadores examinaram vídeos de arquivo de noticiários de 52 pessoas fazendo apelos públicos pelo retorno a salvo de um parente desaparecido.

Tempos depois, comprovou-se que metade estava mentindo. Os pesquisadores não descobriram evidências de que o movimento dos olhos revelasse mentiras ou verdades.

A conclusão é que a pesquisa sugere que não é possível detectar mentiras com base no movimento dos olhos.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
UOL Estilo
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Comportamento
BBC
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo