Equilíbrio

Ficar sentada por muito tempo pode levar mulher à depressão, diz estudo

Martin Novak/shutterstock.com
A pesquisa foi feita com cerca de 9 mil mulheres com idades entre 50 a 55 anos Imagem: Martin Novak/shutterstock.com

Relax News

09/09/2013 16h02

Quanto mais longo o período que uma mulher de meia idade fica sentada, mais propensa ela está de ter sintomas de depressão. Isso é o que descobriram os pesquisadores da Universidade de Victoria e da Universidade de Queensland.

A equipe recrutou cerca de 9 mil mulheres com idades entre 50 a 55 anos, que responderam a pesquisas em 2001, 2004, 2007 e 2010, conforme citou a publicação Runners World. Os pesquisadores mantiveram o controle sobre os sintomas depressivos e os níveis de atividade física também.

Os resultados, publicados no "American Journal of Preventive Medicine", mostraram que as mulheres que se sentavam por mais de sete horas por dia tinham um risco 47% maior de apresentar sintomas de depressão se comparadas às mulheres que se sentavam durante quatro horas ou menos por dia.

As mulheres que não se exercitavam tiveram um risco 99% maior de depressão em comparação às mulheres que se exercitavam por 30 minutos por dia, na maioria dos dias.

No entanto, todo esse período de ficar sentado não foi associado aos sinais futuros de depressão, relatou a Runners World, mas sim aos sentimentos depressivos no momento.

Se você tem um trabalho em que fica sentado o dia inteiro, a Mayo Clinic aconselha a tirar micro pausas a cada 20 ou 30 minutos, e então se levantar, se movimentar e respirar fundo para aliviar a tensão muscular.

Outras ideias incluem se levantar ao receber chamadas telefônicas, andar até um colega de trabalho para falar alguma coisa em vez de usar o e-mail e preferir usar as escadas em vez do elevador sempre que possível.

Também é uma alternativa acabar com o sedentarismo nas horas de folga, optando por exercícios em vez de assistir à TV, por exemplo. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
NE10
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
UOL Estilo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Topo