Equilíbrio

Medo da perda impede mudanças; lide melhor com esse sentimento

André Rocca/UOL
A perda traz sofrimento mesmo quando se trata de algo que não lhe faz bem, como uma relação fracassada Imagem: André Rocca/UOL

Simone Cunha

Do UOL, em São Paulo

28/02/2014 11h07

Perder não é fácil, mesmo que signifique abrir mão de algo que não apresenta mais benefícios: um relacionamento fracassado, um emprego que não traz prazer ou aquela roupa que, há anos, não serve mais.

Para a terapeuta comportamental Denise Pará Diniz, psicóloga do Setor de Estresse e Qualidade de Vida da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), qualquer esforço para adaptar-se a uma situação nova gera estresse. "Perder sempre é muito difícil, pois provoca insegurança. Mas isso só passa a ser um problema se o individuo não se sentir capaz de buscar algo novo", diz a especialista.

A psicóloga Fernanda Mion diz que é natural as pessoas caírem na armadilha do conformismo, contentando-se com uma situação morna. "Mudanças trazem desconforto, e quando alguns valores, crenças, paradigmas e dogmas estão envolvidos, pode ser mais difícil ainda enfrentar a situação", diz Fernanda.

Ela comenta que nem sempre o indivíduo tem consciência de seus medos, acostumando-se a conviver com eles. "E isso pode impedi-lo de realizar desejos, como ter um relacionamento bem-sucedido ou conseguir um emprego que lhe traga mais benefícios", diz.

Getty Images

É comum, segundo Fernanda, a pessoa se convencer de que não vale a pena ir a uma entrevista de emprego, por exemplo. Ela diz a si mesma que considera o local muito longe ou que o salário não é justo, mas, no fundo, está criando obstáculos por medo de ser reprovado. Por isso, Denise afirma que é importante avaliar em qual intensidade e com qual frequência o temor se manifesta. E ele pode ser identificado em duas fases distintas: apego irracional e receio de enfrentar o novo.

No primeiro caso, Denise explica que a própria pessoa nem se dá conta do problema. "É o caso de pessoas que se mantêm em um relacionamento nocivo e não conseguem por um ponto final, por exemplo. Em situações assim, a ajuda de um especialista pode ser essencial para que o paciente consiga identificar o problema", diz Denise. Passada essa fase, é possível que seja identificado o medo do novo. 

"Há quem prefira manter-se em uma zona de conforto mesmo que haja desconforto”, afirma o psiquiatra Eduardo Ferreira Santos, médico formado pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo). De acordo com Santos, um casamento fracassado pode não ter mais amor e afeto, mas envolver status, dinheiro e religião, e o indivíduo pode não querer perder isso tudo.


"O apego irracional é motivado por emoções, muitas vezes inconscientes, e são movidas por quatro gigantes da alma: o medo, a insegurança, a angústia e a ansiedade". Segundo o psiquiatra, o medo de mudar ocorre devido a uma ameaça emocional. "Cada caso tem de ser avaliado individualmente, afinal tudo o que se refere ao comportamento humano não dá para generalizar".

Para a terapeuta comportamental Ramy Arany, aprender a lidar com o luto da perda é a palavra-chave para superar o medo. "Perder é romper, mas, também, encerrar um ciclo para que outro seja iniciado", diz. "Desapegar e abrir-se para o novo é importante. Quem não faz isso vai adoecendo”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Redação
Agência Estado
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
UOL Estilo
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
do UOL
Redação
UOL Estilo
Redação
BBC
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Folha de S.Paulo
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo